Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 20 de Junho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, 09h:08
Tamanho do texto A - A+

STF deve votar em plenário ação que discute prisão em 2ª instância

Ação que pede anulação de regra do TRF-4 e ordena prisão de presos condenados em 2ª instância começou a ser julgada nesta terça.

Flavia Andrade
Capital News

Ricardo Stuckert/Lula

Lula concede entrevista ao jornal EL PAÍS e “Folha de S.Paulo”

Ação que pede anulação de regra do TRF-4 e ordena prisão de presos condenados em 2ª instância começou a ser julgada nesta terça.

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar nesta terça-feira (11), através da Segunda Turma, a favor da anulação de uma súmula do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), a qual determina a prisão automática de presos condenados em segunda instância. 

 

Após a conclusão do voto de Lewandowski, o colegiado decidiu pelo envio do habeas ao plenário principal para que os 11 ministros da Suprema Corte possam se pronunciar sobre a prisão em segunda instância. Segundo o site G1, ainda não havendo data definida para o retorno dos julgamentos.

 

Considerando a decisão que vier a ser tomada pelo plenário do Supremo, existe a possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser beneficiado, sendo solto. Lula é condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (PT), o petista está preso desde 7 de abril do ano passado em uma cela especial da superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix