Campo Grande/MS, Domingo, 23 de Julho de 2017 | 10:53
27˚
(67) 3042-4141
Opinião
Domingo, 14 de Maio de 2017, 13h:15
Tamanho do texto A - A+

Mães são a maior reserva do amor de Deus

Envie seu artigo para opiniao@capitalnews.com.br

Por Felipe Aquino*
Artigo de responsabilidade do autor

Quanto mais o mundo se agita nesse mar de violência e ódio, mais precisamos nos lembrar da figura da mãe, porque ela é a maior reserva de amor que Deus colocou neste mundo.

Fundação João Paulo II/Canção Nova

Felipe Aquino - Artigo

Professor Felipe Aquino

 

Quando tudo parece estar perdido, ainda resta o coração, e é de lá que a vida começa a renascer. Na humanidade, a mãe é aquela que tem o primado do coração. Nem os arranha-céus mais altos, nem os computadores mais possantes, nem os aviões mais velozes podem ser comparados à beleza transcendente do teu olhar e ao sentimento incomparável do teu coração.

A mãe não foi criada somente para dar a vida aos filhos e filhas, mas muito mais do que isto, para defender a vida, para educar, para semear o amor. Antes que seja tarde, o mundo precisa aprender com elas a lição do perdão sem limites, da compaixão, da bondade que supera toda inveja, da paciência que vence toda inquietação, do amor que vence todo ódio, e que é mais forte do que a morte.

Mãe, que tu sejas como a Mãe de Deus: disponível, discreta, silenciosa, delicada, amável, prestativa, uma mulher de oração, de fé, toda entregue a Deus. Somos gratos a Deus que te criou e deu de presente a cada um de nós. Deves ser como a raiz da árvore, que mesmo escondida, promove o crescimento dos ramos e dos frutos. Que olhando para ti, aprendamos a dar graças a Deus todos os dias.

Mãe, mais do nunca, precisamos muito de ti! Alguém disse um dia que “ser mãe é padecer no paraíso”; e uma outra mulher disse que o filho, depois que deixa o ventre da mãe, “passa para a sua cabeça, e dali não sai mais”. São palavras sábias do povo, que bem expressam a grandeza da  mãe. Como filhos, aceitemos as nossas mães como elas são, com seus erros e acertos, suas qualidades e defeitos, suas inseguranças, limitações e exageros!

Obrigado mãe, por me abrigares em teu ventre, pelas noites em claro, pelas lágrimas derramadas, pelas lutas do dia a dia, pelas mãos singelas que aliviam a minha dor, pelo sorriso que acalma a minha angústia, ansiedade e inseguranças.

Obrigado pelas muitas vezes que renunciaste tua vida, teus desejos, vontades e necessidades, para me servir. Obrigado pelo teu olhar profundo e sincero que me leva a Deus. Obrigado pelo teu abraço, pelo teu coração que sempre acolhe e perdoa. Obrigado pela tua presença amiga que me faz acreditar no amor!

 

 

*Felipe Aquino

Professor, autor de mais de 70 livros e apresentador dos programas “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na TV Canção Nova, e “No Coração da Igreja”, na Rádio Canção Nova. Em julho de 2012 recebeu o título de “Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno”, concedida pelo Papa às pessoas que se destacam no trabalho em prol da evangelização, em defesa da fé e do desenvolvimento da Igreja Católica.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix