Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2018 | 04:55
27˚
(67) 3042-4141
Opinião
Sábado, 06 de Janeiro de 2018, 13h:15
Tamanho do texto A - A+

PT e engenheiros da Petrobras criticam acordo de indenizações a investidores

Por Júlio César Cardoso*

Artigo de responsabilidade do autor
Envie seu artigo para opiniao@capitalnews.com.br

A Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet) divulgou nota nesta sexta-feira (5) criticando o acordo proposto pela Petrobras para encerrar ação coletiva que tramita na corte de Nova York, nos Estados Unidos. A estatal propôs pagar US$ 3 bilhões (cerca de R$ 10 bilhões) para ressarcir acionistas estrangeiros e finalizar o processo. Fonte: Congresso em Foco.

Divulgação

Júlio César Cardoso - Artigo

Júlio César Cardoso


Que moral tem o PT e entidade correligionária de criticarem o acordo da Petrobras, para pagar indenizações de investidores estrangeiros, por falcatruas operadas pelo governo petista na petroleira?

Já estamos cansados de ouvir o  discurso de políticos petistas e de sindicalistas retrógrados, os mesmos que afundaram a estatal e quase levaram o país à bancarrota. Essa bandeira de falsos nacionalistas já está rota e bastante manjada.

Agora, de tendência vertiginosamente petista, bota a boca no trombone a Associação de Engenheiros da Petrobras, condenando o acordo.  Só que ninguém viu, anteriormente, manifestação alguma desse  grupelho de engenheiros acerca da roubalheira da quadrilha na Petrobras. E se a ação processual prosseguir, qual será o valor da indenização? Seria muita burrice dar murro em ponta de faca, pois inexoravelmente é fato que a Petrobras será condenada.

 

 

*Júlio César Cardoso
Bacharel em Direito e servidor federal aposentado
Balneário Camboriú-SC

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix