Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 24 de Junho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Oportunidades
Quarta-Feira, 29 de Maio de 2019, 18h:59
Tamanho do texto A - A+

Semed oferece curso de Libras para familiares de alunos surdos

Ensino vai até dezembro na Escola Municipal Izabel Muzzi todas as quintas-feiras

Renato Giansante
De Dourados para o Capital News

Divulgação/PMD

Semed oferece curso de Libras para familiares de alunos surdos

O público-alvo são os familiares de alunos surdos matriculados nas unidades escolares da Rede Municipal de Ensino

Familiares de alunos surdos da Rede Municipal de Ensino de Dourados (Reme) podem fazer um curso de Libras (Língua Brasileira de Sinais) oferecido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio do Núcleo de Educação Especial. As aulas iniciaram este mês e vão até dezembro.

De acordo com a Semed, o curso no nível básico presencia com carga horária total de 60 horas (40 presenciais e 20 não presenciais) todas as quintas-feiras das 19h às 20h30na Escola Municipal Izabel Muzzi e terá 35 vagas.

O ministrante será o professor Aurélio da Silva Alencar, que também é intérprete de Libras e trabalha no Núcleo de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação. As inscrições podem ser feitas diretamente no Nuedesp, ou na escola em que o aluno está matriculado, ou, ainda, pelo e-mail: nuedesp2.semed@dourados.ms.gov.br.

“O curso de Libras pretende oportunizar a ampliação do conhecimento sobre a surdez e a Língua de Sinais, oferecendo a aprendizagem de Libras por meio de conversações em Libras, dinâmicas e trocas de experiências pelos próprios familiares de alunos surdos da Rede Municipal, como forma de interação com o filho surdo, conscientizando-os sobre a importância dessa língua na vida do filho, tanto pessoal, quanto acadêmica”, explica a coordenadora do Núcleo de Educação Especial, profª esp. Wanda Regina C. Staut.

Atualmente, a Reme tem 30 alunos surdos matriculados e todos contam com um intérprete de Libras em sala de aula, além de atendimento educacional especializado no contraturno.

A língua
Libras é a forma de comunicação e expressão em que o sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, de transmissão de ideias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas surdas do Brasil (Brasil, 2002). Libras é uma língua visual espacial articulada por meio das mãos, das expressões faciais e do corpo. É uma língua natural usada pela comunidade surda brasileira (Quadros, 2004). A Língua de Sinais deve ser oferecida à criança surda o mais cedo possível, já que se trata de sua língua de comunicação, e é por meio dela que a criança surda poderá interagir e socializar-se com seus pares, como intérpretes de Libras, surdos adultos, outros alunos surdos, etc.

As crianças surdas, filhas de pais surdos tem sua comunicação mediada pela Língua de Sinais em todos os momentos de interação, porém, o mesmo não acontece com as crianças surdas filhas de pais ouvintes.  Quando chegam à escola, estas têm que aprender ao mesmo tempo, a Língua de Sinais e a Língua Portuguesa. Porém, com a fluência da Libras, a criança surda poderá ter acesso ao currículo da mesma forma que os alunos ouvintes. Os familiares por sua vez, ao aprenderem a Língua de Sinais, terão a oportunidade de “conversar” com seus filhos surdos na língua deles, a Língua de Sinais, então poderão comunicar-se na língua natural do filho, não só na parte escolar, mas também em todas as situações familiares.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix