Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017 | 01:03
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017, 08h:28
Tamanho do texto A - A+

2017 tem mais de um assassinato por dia em Mato Grosso do Sul

Um dos últimos casos aconteceu na noite desta quinta-feira, em Corumbá

Laura Holsback
Capital News

Dourados News

Pedreiro é assassinado com três tiros em Dourados

Roberto Carlos Leite Beltrão, de 43 anos, foi assassinado na obra em que trabalhava como pedreiro, em Dourados. O crime ocorreu no mês de janeiro.

O ano ainda nem acabou e o número da violência é preocupante. Em 222 dias, houve média de mais de um assassinato em Mato Grosso do Sul, conforme dados disponibilizados pela Secretaria de Estado Justiça e Segurança Pública (Sejusp).


Entre janeiro e os primeiros dias de agosto foram 305 crimes dessa natureza no Estado. Deste total, 65 casos ocorrem em Campo Grande. Apesar de o índice ainda ser alto, no mesmo período do ano passado houve menos casos. Foram registradas 341 ocorrências de homicídios dolosos. O número de mortes não é exato, tendo em vista que criminosos mortos em confronto com a polícia e latrocínio (roubo seguido de morte) não entram na lista.


Uma das últimas mortes ocorreu na noite desta quinta-feira (10), na 15 de novembro, no Bairro Cristo Redentor, em Corumbá. Edgar Ribeiro de Arruda, 22 anos, foi encontrado morto com várias marcas de tiros. Testemunhas disseram à polícia que homem, identificado somente pelo nome de Igor, surpreendeu a vítima com os disparos e depois fugiu com apoio de motociclista.


Um adolescente se apresentou como parente de Edgar e estava com uma porção de drogas que, segundo testemunhas, fora entregue pela vítima. Nenhum suspeito de autoria no crime foi preso e o caso segue em investigação.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix