Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017 | 06:17
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017, 09h:06
Tamanho do texto A - A+

Após ser acusado de estuprar menina menor de 1 ano, homem morre atropelado

Violência sexual contra a criança teria ocorrido no fim de semana

Laura Holsback
Capital News

Ivan Nemézio da Silva, 42 anos, morreu atropelado por ônibus de transporte coletivo no fim da tarde desta quinta-feira (10), na Rua Teresina, no Jardim Imá, perto da Casa da Mulher Brasileira, em Campo Grande. Segundo a polícia, o homem recém havia saído da delegacia onde denuciou estar sendo ameçado porque era apontado como autor de estupro contra menina com menos de um ano de idade.

 

Divulgação

Casa da Mulher Brasileira

 Homem recém havia saído de delegacia

Conforme Boletim de Ocorrência, testemunhas disseram que Ivan se jogou debaixo do ônibus. Pouco antes ele havia estado na Casa da Mulher onde denunciou que estava sofrendo ameaças. Ivan declarou que no domingo (6) participava de confraternização entre vizinhos quando surgiu ‘’boato’’ de que a filha de um conhecido, menor de um ano, havia sido violentada sexualmente e que ele estaria sendo acusado de ter cometido o crime.


O homem também havia ficado sabendo que exame comprovou o estupro na criança. Desde então passou a sofrer ameaças de grupo de pessoas. Com medo de represálias, chegou até a viajar para o interior do Estado. No entanto, ao retornar, continuou sendo jurado de morte e por isso havia decidido registra ocorrência por ameaça. Apesar de Ivan ter feito o relato para a polícia, ele não chegou a confessar o crime.


Ao deixar a delegacia, Ivan foi para o ponto de ônibus e se jogou debaixo do veículo que estava em movimento. Ele morreu com a cabeça esmagada.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix