Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Segunda-Feira, 18 de Março de 2019, 10h:51
Tamanho do texto A - A+

Força Nacional será mantida no MS por mais 90 dias

Medida serve para prevenir e reprimir conflitos agrários por questões fundiárias em Caarapó e coibir crimes de fronteira

Leonardo Barbosa
Capital News

Divulgação/PMMS

Força Nacional permanece por mais 180 dias no MS na região de fronteira

O ministro da Justiça e Seguirança Pública, Sergio Moro, atendeu o pedido do governador Reinaldo Azambuja, para manter a Força Nacional no MS por mais 90 dias

Agentes da Força Nacional de Segurança Pública que estão em Mato Grosso do Sul desde junho de 2016 vão continuar na região por, pelo menos, mais 90 dias.

 

A decisão - em resposta a um pedido do governador Reinaldo Azambuja - foi publicada nesta segunda-feira (18) no Diário Oficial da União.

 

Assinado pelo ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, a portaria estabelece a manutenção de ações de policiamento ostensivo para prevenir e reprimir conflitos agrários por questões fundiárias em Caarapó e coibir o tráfico de drogas, contrabando, armas e munições na faixa de fronteira.

 

O prazo do apoio prestado pela Força Nacional poderá ser prorrogado, se necessário, como vem sendo feito desde que os agentes foram deslocados para o estado depois da morte de um indígena Guarani-Kaiowá há quase três anos.

 

Na época, o envio das tropas foi autorizado pelo então ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que determinou o auxílio às polícias militar, federal e rodoviária federal nos conflitos envolvendo a ocupação de terras.

 

A Força Nacional também atua em Mato Grosso do Sul, na cidade de Ponta Porã, em apoio às ações de combate aos crimes fronteiriços.

 

 

*Com informações da Agência Brasil

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix