Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 | 00:42
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017, 18h:25
Tamanho do texto A - A+

André Puccinelli diz que não irá se pronunciar sobre delação da JBS

O ex-governador foi citado em delação da JBS

Jhefferson Gamarra
Capital News

Deurico/Arquivo Capital News

André Puccinelli diz que não irá se pronunciar sobre delação da JBS

Ex-governador André Puccinelli

O ex-governador de Mato Grosso do Sul André (PMDB), afirmou que não vai se pronunciar sobre seu envolvimento em mais um escândalo. Dessa vez o peemedebista foi citado em delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS.

 

Um capitulo inteiro da delação dos irmãos batista é dedicado a Mato Grosso do Sul, a deleção revela que, André Puccinelli herdou o esquema de pagamento de propina e tratava dos pagamentos diretamente com Joesley Batista.


Os valores teriam sido pagos de diversas modalidades, como Notas Fiscais frias, pagamento de doleiros a terceiros e pagamentos em espécie. Segundo Joesley Batista, o ex-governador teria recebido cerca de R$ 90 milhões em propina.

Procurado pelo Capital News, a assessoria de Puccinelli disse que o ex-governador não vai se pronunciar

Lama asfáltica
No dia 11 de maio, Puccinelli foi levado coercitivamente para depor à Polícia Federal, na 4ª fase da Operação Lama Asfática, que investiga um suposto esquema de desvio de dinheiro de obras públicas nas administrações de Puccinelli. Ele também teve de usar tornozoleira eletrônica, por determinação da Justiça Federal, além de ter sido determinada fiança de R$ 1 milhão.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix