Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 21 de Março de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quarta-Feira, 13 de Março de 2019, 14h:12
Tamanho do texto A - A+

Câmara rejeita pedido de arquivamento no processo de cassação de vereadores

Votação aconteceu na sessão desta terça-feira e investigações contra Idenor Machado e Denize Portolann seguem

Renato Giansante
Capital News

Thiago Morais

Vereadores votam relatório prévio de duas comissões processantes

Vereadores votam relatório prévio de duas comissões processantes

Os pedidos de arquivamento dos processos de cassação dos vereadores afastados Idenor Machado (PSDB) e Denize Portolann (PR) foram rejeitados pela Câmara de Dourados nesta terça-feira em sessão ordinária. As comissões processantes dos dois casos pediam o arquivamento, pois nas suas análises aos documentos enviados pelo Ministério Público Estadual (MPE) não haviam provas suficientes contra os acusados.

 

O vereador Junior Rodrigues (PR), relator da comissão de Idenor e líder da prefeita Délia Razuk (PR) na Casa, leu o seu relatório e tentou justificar o pedido de arquivamento pedido pelo grupo presidido pelo vereador Jânio Miguel (PR). Mas 17 dos 19 vereadores foram contra o pedido. Toninho Cruz (PSB) e Marinisa Mizoguchi (PSB) estavam impedidos de votar, partes interessadas de suplência.

 

Na sequência, o vereador Maurício Lemes (PSB) também fez a leitura de seu relatório do caso Denize Portolann, mas ao contrário do próprio pedido de arquivamento, voltou atrás e pediu sequência nas investigações sendo seguido por 18 votos. Lia Nogueira (PR) estava impedida de votar por ser suplente a acusada.

 

Com os pedidos negados, os presidentes de casa comissão designará o início da instrução e determinará os atos, diligências e audiências que se fizerem necessários para dar sequência as investigações.

 

Ainda faltam analisar os pedidos de cassação contra os vereadores Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM), presos no dia 5 de dezembro dentro da Operação Cifra Negra. AS comissões processantes ainda não entregaram seus pareceres.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix