Campo Grande/MS, Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018 | 08:50
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 09 de Agosto de 2018, 19h:04
Tamanho do texto A - A+

Candidatos e partidos já podem publicar anúncios no Facebook

A publicação é paga e serve para candidatos e legenda que querem promover a campanha nas redes sociais

Fernanda Mara
Capital News

Candidatos e partidos já podem se inscrever no processo aberto pelo facebook para divulgar propagandas eleitorais pagas na rede social, este processo foi exigido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em resolução sobre o processo político deste ano, segundo informações da Agência Brasil.

 

Os interessados podem se inscrever preenchendo um formulário específico situado no próprio site da rede social, os anúncios serão identificados como “propaganda eleitoral” e poderão ser publicadas a partir do dia 16 de agosto.

 

Será a primeira vez que esta divulgação será permitida, ela foi incluída na legislação eleitoral por meio da lei que ficou conhecida como Mini reforma Eleitoral (Lei 13.488/2017), aprovada no ano passado. A norma previu as modalidades de impulsionamento de conteúdo (praticadas pelo Facebook, por exemplo) e de priorização paga de conteúdos em mecanismos de busca (adotada pelo Google, por exemplo).

 

Uma das regras que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) detalhou na resolução (23.551/2017), citando que a propaganda deve estar identificada, deve ter selos e a propaganda deve conter informações sobre o candidato ou partido.

 

Outras opções

 

Além disso será possível utilizar a ferramenta chamada de “biblioteca de anúncios”, nela os usuários poderão ver posts pagos relacionados a política. Outro recurso já utilizado em vários países é a “aba temas” na qual os candidatos poderão falar a respeito de cada tema específico como por exemplo: saúde, educação e segurança. Também será possível encaminhar lembretes aos eleitores e avisar a respeito de prazos eleitorais.

O recurso também terá a opção “botão de cidadãos informados”, onde vai ser possível seguir, localizar e contatar os representantes os representantes eleitos.

 

 

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix