Campo Grande/MS, Domingo, 22 de Outubro de 2017 | 10:25
27˚
(67) 3042-4141
Política
Segunda-Feira, 09 de Outubro de 2017, 08h:12
Tamanho do texto A - A+

Mesmo diante da crise, PT tem o dobro de filiação que era esperada em MS

Partido passa por crise de imagem, com parte de seus quadros investigada pela operação Lava Jato

Laura Holsback
Capital News

Divulgação

Mesmo diante da crise, PT tem o dobro de filiação que era esperada em MS

Ato de filiação aconteceu no sábado (7), em Campo Grande

Diante de um cenário em que não é favorável ao Partido dos Trabalhadores (PT), o grupo político diz ter sido surpreendido com o número de novos adeptos registrados em reunião que aconteceu no sábado (7), em Campo Grande. A sigla do partido político teve 600 novas filiações em mais de cinco cidades do Mato Grosso do Sul. Enquanto que esperava-se algo em torno de 300, conforme o deputado federal Vander Loubet.

O PT passa por crise de imagem, com parte de seus quadros investigada pela operação Lava Jato, que apura esquema de lavagem de dinheiro que movimentou bilhões de reais em propina. Inclusive o ex-presidente que governou o país por oito anos, Luiz Inácio da Lula, apareceu na apuração da Polícia Federal e também foi alvo de delatores da Odebrecht como suposto beneficiário de recursos ilícitos da empresa.

O ato que aconteceu no fim de semana mostra que todo esse cenário preocupante na política brasileira parece já ter sido esquecido. O deputado federal petista Vander Loubet define que o ato de filiação partidária não poderia ter sido melhor.

"Nossa expectativa inicial era de receber de 200 a 300 novos filiados, mas ao final do evento foram contabilizadas 600 novas filiações de Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas, Coxim, Ponta Porã e outros municípios", comemorou Vander pelas redes sociais.

Conforme as informações divulgadas pelo PT, entre os novos filiados e filiadas, há pessoas que fazem parte de movimentos sindicais, das comunidades indígenas, áreas de cultural, jurídica e educacional e de outros setores representativos da sociedade.

Além de contar com a presença de dirigentes partidários do Estado e dos municípios e de parlamentares da legenda, estiveram presentes no ato o presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Wagner Freitas; a secretária nacional de Relações Internacionais do PT e membro da Executiva Nacional do partido, Monica Valente; o secretário nacional de Formação da Confederação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores na Indústria da Construção e da Madeira (Conticom), Paulo Cesar Borba Peres; e o presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM), Paulo Cayres.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix