Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 18 de Outubro de 2018 | 05:35
27˚
(67) 3042-4141
Política
Segunda-Feira, 12 de Fevereiro de 2018, 12h:09
Tamanho do texto A - A+

Ranking mostra os melhores parlamentares de MS em Brasília

Para se chegar a pontuação, site presença nas sessões, privilégios, processos judiciais, filiação partidária e qualidade legislativa

Flávio Brito
Capital News

Divulgação

Senador do MS será presidente de subcomissão voltada para Doenças Raras

Senador Waldemir Moka

O senador Waldemir Moka (MDB) e a deputada federal Tereza Cristina (DEM) são os melhores parlamentares de Mato Grosso do Sul em Brasília, conforme dados de um estudo elaborado pela Organização Não Governamental Ranking dos Políticos. Para se chegar a essa pontuação, o site Ranking dos Políticos adota os seguintes critérios: presença nas sessões, privilégios, processos judiciais, filiação partidária e qualidade legislativa. O parlamentar que trocou de partido ao menos três vezes, por exemplo, perde 10 pontos.  

 

No caso de Moka, a liderança se deve ao acumulado no anos anteriores da pesquisa, que é feita desde 2015. Quando se considera o ranking geral, incluindo todos os deputados e senadores avaliados pela ONG, o sul-mato-grossense é o 53º colocado. Quando o parâmetro é apenas o cargo, o senador sobe para a 3º colocação no país, e quando se verifica os resultados por partido, ele é 8º. Moka acumula 381 pontos no site.

 

Agência do Rádio/Reprodução

Ignorar a Reforma da Previdência é deixar de lado problema enfrentado pelo Brasil, diz deputada de MS

Deputada Tereza Cristina

Tereza Cristina tem 375 pontos e é a 55ª colocada na lista nacional, e sobe para a 52ª posição quando se considera os dados anotados pelo Ranking dos Políticos  apenas para os deputados federais. Quando se considera os resultados por partido, a parlamentar avança ainda mais nas posições do ranking e chega 4ª colocação. A favor de Moka e Tereza há o fato de os dois não registrarem processos judiciais. 

 

Os deputados federais Vander Loubet (-425), Zeca do PT (-290) e Dagoberto Nogueira (-129) são os piores do Estado, de acordo com o ranking. Os petistas e o pedetista têm pontuações negativas.  Dos 11 parlamentares sul-mato-grossenses, apenas Moka, Tereza Cristina, Pedro Chaves, Elizeu Dionísio (PSDB) e Fábio Trad (PSD) não respondem a ações na Justiça. Vander, por exemplo, perde 140 pontos apenas no quesito processos judiciais, seguido de Zeca, com menos 80 pontos, Dagoberto, 60, e Geraldo Resende, 50 pontos negativos.  

 

Entre os senadores, Moka, que acumula 381 pontos, lidera com folga em relação a Pedro Chaves (PSC) e Simone Tebet (MDB), com 296 e 274 pontos, respectivamente.  

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix