Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 21 de Agosto de 2017 | 06:12
27˚
(67) 3042-4141
Política
Domingo, 13 de Agosto de 2017, 13h:15
Tamanho do texto A - A+

Ritmo de Maicon Nogueira gera ciúmes em Juventude do PSDB

Sub-secretário de Políticas para a Juventude atravessa possibilidades de parceria

Danilo Galvão
Capital News

Reprodução/Facebook

Ritmo de Maicon Nogueira gera ciúmes em Juventude do PSDB

Sub-secretário de Políticas para a Juventude atravessa possibilidades de parceria

Às vésperas de Campo Grande completar 118 anos, a Prefeitura tem exigido da sua equipe de trabalho um ritmo de realização forte, que consequentemente ajudou a Sub-Secretaria de Políticas da Juventude a enfim mostrar a que veio. Criada ainda na gestão de Alcides Bernal, em vinculação a Secretaria de Governo a pasta segue com pouca dotação orçamentária, cenário que não tem freado o atual titular da demanda em criar parcerias, o que é bom para a cidade e o segmento atendido, mas um incômodo a parcela da própria militância no Estado.

“Alcança bons resultados e tem dado a Sub-Secretaria um patamar diferente. Contudo esse desempenho não tem muito a ver com o posto que ele alcançará em breve no Fórum Nacional da Juventude, pois lá é o PMDB que está mandando e sabendo de espaço conseguiu um protagonismo lá por articulação. Já aqui em Campo Grande, não sei como ele tem atravessado alguns pré-acordos, o que tem deixado o povo da Juventude no Estado bastante irritado”, cita o ativista do segmento que pediu para não ser identificado. Segundo ele o “fator Maicon” gerou até bronca a membros da J-PSDB quanto a ritmo de inovação e trabalhos.

Ex-presidente estadual da J-PMDB, ala do diretório que conseguiu revelar o atual presidente do escritório municipal de Campo Grande da legenda, Maicon teve inclusive a liberdade escolher se apoiaria Rose Modesto ou Marquinhos Trad na campanha eleitoral do ano passado. A autorização para o “livre-arbítrio” veio de ninguém menos que o próprio ex-governador André Puccinelli, e do senador Waldemir Moka”.

O PSDB buscou o apoio de Maicon nas eleições, porém a abordagem ocorreu depois do pacto com Marquinhos. Logo nas primeiras semanas do primeiro turno a ciumeira com a escolha do peemedebista foi motivo de discussão em um sinaleiro da Capital, onde o pupilo de Puccinelli adesivava o 55. Dias antes, a turma da Juventude do 45 havia feito um fervo no lugar, o que fomentou uma briga por território.

“Eles deviam estar preocupados em atender os jovens do interior do estado que necessitam de um governo mais atuante. Nem aqui em Campo Grande ou qualquer cidade se tem notícia de algum projeto relevante tocado pela Subsecretaria Estadual de Juventude. Gosto desses guris, só que deveriam falar menos e trabalhar mais”, cita Maicon sobre a polêmica.

A Sub-Secretaria de Políticas para Juventude em oferecido 400 vagas para cursos gratuitos de capacitação da Prepara Concursos além de outros treinamentos de formação de liderança para jovens. “Queremos fazer o jovem ambicionar mais e ter oportunidades e isso é desafio para mim e muitos que militam por esse segmento. Não há rivalidades, e torço para que o engajamento da causa ajude a mais iniciativas de sucesso aparecer”, pontua ainda.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix