Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 13 de Setembro de 2018, 18h:33
Tamanho do texto A - A+

Vereadores cobram agilidade na venda da UFN3

A Petrobrás alega que não consegue concluir o processo de venda da fábrica

Gian Nascimento
De Três Lagoas para o Capital News

Reprodução/Arquivo

Companhia responsável por construção da UFN3 em Três Lagoas pede recuperação judicial no RJ

Empresa teve dívida alastrada após paralisação das obras, em 2014

O entrave do processo da retomada da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3) da Petrobrás em Três Lagoas perdura desde 2014, o ano do calote aos trabalhadores. Em março deste ano, os vereadores aprovaram um projeto de lei que autorizou a prefeitura a prorrogar o prazo para a conclusão da obra. A estatal teria até 27 de março de 2018 para concluir a construção da fábrica, caso não ocorresse o terreno voltaria para o município, já que a área foi fruto de doação.

Divulgação

Vereadores cobram agilidade na venda da UFN3

Parlamentares criticam demora no processo de venda do empreendimento


De acordo com o site JP News, a Petrobrás pediu uma prorrogação com a alegação de que o empreendimento estava em processo de venda e a obra não teria tempo hábil para que se finalizasse. A Câmara de Vereadores de Três Lagoas, aceitou a contraproposta feita pela estatal.

Mas, conforme argumentou o vereador Adriano Cesar, o processo está demorado e tem tido uma cobrança da sociedade do posicionamento dos parlamentares a respeito da venda da fábrica. “É inadmissível essa UFN3, uma fábrica que recebeu bilhões, estar assim, corroída de ferrugem, e até hoje não tem nada de concreto sobre essa venda”, declarou.

Em contrapartida, a Petrobrás já alegou diversas vezes que não concluiu o processo de venda da fábrica e que o grupo russo Acron Group tem interesse na negociação de compra.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix