Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 21 de Julho de 2017 | 08:45
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 13 de Julho de 2017, 14h:53
Tamanho do texto A - A+

Vereadores votaram 20 projetos do Prodes durante a última sessão ordinária

Entre os projetos da Casa 20 eram do Prodes, autoria do Executivo, e 7 de autoria dos vereadores

Flavia Andrade
Capital News

Flavia Andrade/CapitalNews

Vereadores votaram 20 projetos do Prodes durante a última sessão ordinária

Entre os projetos da Casa 20 eram do Prodes, autoria do Executivo, e 7 de autoria dos vereadores

Na manhã desta quita-feira (13), os vereadores votaram ao total, 29 projetos, sendo eles 20 do Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande).

Com relação aos projetos do Prodes, apenas um foi rejeitado e dois barrados pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A empresa Cruzeiro do Sul teve 24 votos negativos e 2 votos positivos, com justificativa do vereador João Cesar Mattogrosso, “a empresa está em momento de crise apostando na Capital e expandindo a sua empresa gerando trabalho para a população, eu me coloco a favor dela para que receba o benefício que o programa fornece por conta desses detalhes”, pontua vereador. Outras duas propostas, da Concrelaje e Hotel Rabacaw foram arquivados pela CCJ por falta de documentos.

De acordo com o vereador Eduardo Romero, “a empresa que solicita hoje receber terreno da prefeitura gratuitamente é a mesma que comercializou a poucos meses, um terreno no valor de R$ 6 milhões de reais. Não havendo sentido doar para essa empresa e tirar a oportunidade daquela que realmente precisa dessa doação para dar início ao seu empreendimento”, afirma vereador Eduardo Romero.


Após essa rejeição, o vereador João Cesar Mattogrosso solicitou ao presidente da mesa diretora, vereador Cazuza, para que os outros projetos relacionados ao PRODES fossem votados em blocos, sendo apenas lidos a número e a tratativa do projeto. Sendo consultado plenário, os demais vereadores aceitaram a solicitação do colega e deram sequência aos votos em bloco.

 

Para o vereador André Salineiro, "Quero enaltecer o trabalho da prefeitura, porque em seis meses beneficiaram 180 empresas, e em 18 empreendimentos foram constatados irregularidades. Temos que incentivar os empreendedores e fomentar o setor de Campo Grande", pontuou vereador.


Já a vereadora Dharleng Campos, relatora do Prodes na Câmara, "A nossa tarefa também é fiscalizar, e estamos dando um voto de confiança a essas empresas, porém vamos continuar fiscalizando", conclui vereadora.

Confira os projetos aprovados:

Projeto de Lei n. 8.554/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa A.J Distribuidora de Materiais de Construção Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.555/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Brink Mobil Equipamentos Educacionaisltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.556/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Ceramfix Indústria e Comércio de Argamassas e Rejuntes Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.558/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Fábio Cortez Martins Junior - MEI, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.559/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Neo Distribuidora de Produtos Alimentícios Ltda ME, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.560/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Neurosoft do Brasil Comércio, Importação e Exportação de Equipamentos Médicos Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.561/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à Empresa 7 M Alimentos Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.562/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Velutex Indústria e Comércio de Tintas Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.564/17, que concede incentivos na forma da isenção de tributos à empresa Gleba Administração de Bens Imóveis Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.565/17, que concede incentivos na forma da isenção de tributos à empresa Hotel Accordes Ltda - EPP, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.567/17, que concede incentivos na forma da isenção de tributos à empresa Tebet EeAjeje S/S Ltda - EPP, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.568/17, que concede incentivos na forma da isenção de tributos à empresa União Indústria e Comércio de Plásticos Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.569/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Lacchi Comércio E Serviços Ltda - EPP, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.570/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Forthe Lux Comercial Ltda - ME, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.571/17, que autoriza a doação de imóvel público, com encargos, e concede a isenção de tributos e outros incentivos à empresa Globo Comércio de Embalagens e Serviços Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.572/1, que concede incentivos na forma da isenção de tributos à empresa Leroy Merlin Companhia Brasileira de Bricolagem, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES).

- Projeto de Lei n. 8.573/17, que concede incentivos na forma da isenção de tributos à empresa Viação Cidade Morena Ltda, no âmbito do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (PRODES). (Com informações da assessoria de imprensa)

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix