Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | 02:11
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Quarta-Feira, 30 de Novembro de 2016, 13h:28
Tamanho do texto A - A+

Cão Feliz espera realizar adoções e receber doações neste fim de ano

Muitos animais aguardam novos tutores em Ong na Capital

Flavia Andrade
Capital News

Funcionando desde 2013 no Jardim Noroeste em Campo Grande, a Associação de Proteção Animal Sueli Craveiro Cão Feliz cuida de cães abandonados na tentativa de reabilitá-los e promover a adoção para novos lares, .

A Ong tem sob sua proteção 92 cães, entre machos e fêmeas, em um espaço de 720 metros, onde são hospedados em 12 canis, divididos em quatro alas, sendo eles: os debilitados, machos, fêmeas e deficientes.

Divulgação

Cão feliz espera realizar adoções e receber doações neste fim de ano

Muitos animais aguardam novos tutores em Ong na Capital


Para o bem estar do animal e o atendimento, a associação conta com um consultório veterinário, um banheiro para visitantes, a sala de atendimento da presidente, uma cozinha para manipulação dos alimentos, um depósito para armazenar as doações recebidas, dois tanques para banho, uma mesa para secagem dos animais, e lavanderia para os panos, toalhas e cobertores dos mesmos.

Os animais têm vasilhas com ração e água disponíveis durante todo o dia, e no fim da tarde, é servido um complemento na alimentação, com arroz, carne e legumes, para fortalecer os cães.

Alguns animais não têm contato direto com os outros, pois estão em tratamento de doenças contagiosas, com isso ficando restritos em canis isolados, até liberação da veterinária para convívio com os demais.

Divulgação

Cão feliz espera realizar adoções e receber doações neste fim de ano

Muitos animais aguardam novos tutores em Ong na Capital


A Ong conta com uma veterinária voluntária que vai a sede duas vezes na semana para acompanhar os animais em exames de rotina e administrar medicamentos necessários aos mais debilitados. A Associação é a 1ª Ong com sede própria em Campo Grande.

Alguns canis contam com camas de madeira, para que os animais possam descansar, porém não há cama suficiente para todos, alguns se ajeitam pelo chão e outros dividem as camas chegando a serem encontrados pela Presidente, três cães na mesma cama em algumas ocasiões.

O tratamento é de muito amor e carinho, tanto que, os 92 animais têm nomes e são tratados como filhos por Kelly Macedo, presidente da Ong e pelo casal de funcionários que ajudam na manutenção do espaço.

A Ong Cão Feliz, é aberta para visitação aos sábados das 13h às 15h, e durante a semana são realizados os tratamentos dos animais e a manutenção do local, não sendo aberto para visitação, com algumas exceções agendadas com antecedência.

Divulgação

Cão feliz espera realizar adoções e receber doações neste fim de ano

Muitos animais aguardam novos tutores em Ong na Capital



“Nós funcionamos apenas com doações e algumas vezes o complemento sai do meu próprio bolso, por isso sempre corro atrás para conseguir mais voluntários para ajudar”, conta Kelly.

Em dezembro será realizada a campanha “Natal Bom Para Cachorro”, com doações de ração, biscoitos, brinquedos, ossinhos, adoção e apadrinhamento. Além de participarem também da “Natal Solidário 100% PET”, onde ao doar 1 kg de ração ele se torna 2 kg e irá beneficiar todas as ONGs da Capital.


Doações:

Flavia Andrade/CapitalNews

Cão feliz espera realizar adoções e receber doações neste fim de ano

Muitos animais aguardam novos tutores em Ong na Capital


Para doação pode agendar uma data de entrega ou realizar depósito através da conta, ou outras informações através do (067) 9 9902 1903 com a Presidente Kelly Macedo.

Banco Itaú

 Agência: 7408
Conta Corrente: 09260-4
CNPJ; 18.638.792/0001-90

A Fundação

O trabalho começou em um local alugado, conquistando três anos depois em agosto de 2016, sede própria, através de doações em valores para a compra do terreno e mão de obra voluntária para a construção do espaço. Porém, nem tudo foi 100% voluntário ou donativo, havendo ainda despesas relacionadas à mão de obra e material a serem quitados até Julho de 2017.

O nome da Associação é em homenagem a uma grande amiga da presidente, Sueli Craveiro, que faleceu em 2013, ela já havia passado por algumas cirurgias e não resistiu a uma doença no coração.

Flavia Andrade/CapitalNews

Cão feliz espera realizar adoções e receber doações neste fim de ano

Muitos animais aguardam novos tutores em Ong na Capital

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix