Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Quinta-Feira, 11 de Outubro de 2018, 08h:52
Tamanho do texto A - A+

Com o suor dos produtores e com a alma pantaneira, MS completa 41 anos de crescimento

Estado comemora emancipação com vários marcos em sua história

Leonardo Barbosa
Capital News

Roberto Higa/Acervo Histórico MS

Mato Grosso do Sul completa 38 anos de emancipação política

Carreata, confete e serpentina: virou Carnaval nas ruas de Campo Grande

Foi lá em 11 de outubro de 1977, há exatos 41 anos, que o, então presidente, general Ernesto Geisel, assinou um documento que deu “asas” à Mato Grosso do Sul para brilhar sozinho e criar sua própria história.

 

O MS precisou se separar do Mato Grosso pois já não podia mais deixar de ser protagonista de sua própria produção, de sua cultura, de sua política, de sua economia. Tudo de forma organizada.

 

Roberto Higa/Foto cedida

Mato Grosso do Sul completa 38 anos de emancipação política

População em festa pela criação de MS

Foi aí então que nasceu o estado de Mato Grosso do Sul, já apresentando ao Brasil, sua forma, mais do que original, de fazer história.

 

E essa história tem de tudo um pouco. Tem influência paraguaia, tem influência gaúcha e, quem diria, até mesmo um ‘pezinho’ no Japão.

 

Nossa produção é referência e quando se fala que “tal produto” veio do MS, logo se têm a certeza de autenticidade e procedência.

 

Até mesmo a natureza fez questão de criar identidade na terra do tereré. Que o diga quem visita nosso Pantanal. Pela manhã é possível sentir o cheiro do pasto molhado e ouvir o berrante tocando, e no fim do dia, o tempo para quando o sol se põe, oferecendo uma ‘aquarela’ visual no horizonte pantaneiro.

 

Diante de tantas raízes, o que consegue ser ainda mais original em nosso estado, é a nossa gente. Um povo que acredita em um pedaço de chão, que faz morada próximo ao sol vermelho, tendo esperança de que, assim como dizia o hino, “a pujança e a grandeza”, nos dê “fertilidades mil”.

 

Roberto Higa/Acervo Histórico MS

Mato Grosso do Sul completa 38 anos de emancipação política

Harry Amorim Costa foi o 1º Governador do Mato Grosso do Sul

Governadores

Harry Amorim Costa foi nomeado em 1978 para liderar a instalação do estado recém-criado. Costa foi demitido pelo então presidente João Baptista Figueiredo em junho de 1979. Já o primeiro governador eleito pela população foi Wilson Barbosa Martins em 15 de março de 1983 e esteve a frente do Estado até o dia 14 de maio de 1986.

Na sequência o governo ficou com os políticos: Ramez Tebet (1986-1987), Marcelo Miranda Soares (1987-1991), Pedro Pedrossian (1991-1994), Wilson Barbosa Martins (1995-1998), Zeca do PT (1999-2006), André Puccinelli (2007-2014).

O atual governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) está no cargo desde o dia 1º de janeiro de 2015 e foi eleito o 11º governador desde a criação de Mato Grosso do Sul. Formado em Agropecuária, Reinaldo atua no desenvolvimento agrícola da região que é responsável pelo bom andamento da economia baseada na produção rural.

Deurico/Arquivo Capital News

Reinaldo Azambuja

Reinaldo Azambuja é o 11º governador eleito no estado

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix