Campo Grande/MS, Terça-Feira, 17 de Julho de 2018 | 15:28
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Domingo, 01 de Abril de 2018, 07h:49
Tamanho do texto A - A+

Da ressurreição de Jesus ao ovo de chocolate

Entenda a origem da Páscoa, as tradições cristãs e as atuais comemorações

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de chocolate, doce, confeitaria, gula, páscoa, gordura, glúten

..

A páscoa faz parte do ranking das 5 datas de maior movimentação econômica no Brasil. Também é uma das mais comemoradas entre as culturas ocidentais. Para alguns, a celebração é baseada na troca de ovos de chocolates e lenda do coelhinho da páscoa. Entretanto, para os cristãos, a época tem significados diferentes.

 

A palavra Páscoa tem origem do termo em hebraico Pesach, cujo sentido simbólico é de “passagem”. Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova.

 

Apesar de algumas tradições mudarem do catolicismo para o protestantismo, a Páscoa é uma das festividades mais importantes da religião cristã. Na data é celebrada a ressurreição de Jesus.  Entre os cristãos, os dias anteriores à Páscoa são considerados como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

Vatican News

Da ressurreição de Jesus ao ovo de chocolate

..

 

Os católicos se dedicam à Quaresma e durante os 40 dias anteriores à Semana Santa evitam consumir carne vermelha. Na Bíblia, há relatos sobre Jesus ter participado de várias celebrações pascais. Um dos eventos mais famosos é a Última Ceia, onde Cristo e seus discípulos fizeram a "comunhão do corpo e do sangue", cujo símbolo é o pão e o vinho. 

 

Páscoa judaica

Para os judeus, a Páscoa também tem um significado importante. Ela marca a fuga do povo judaico do Egito, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. A história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. Para comemorar a Páscoa, os judeus fazem e comem o matza, o pão sem fermento.

 

Coelhinho da Páscoa, o que trazes para mim?

Para muitas crianças, os ovos de chocolate são entregues por um coelho de olhos vermelhos e pelos branquinhos. A lenda do coelhinho da Páscoa foi criada na Europa e disseminada na América há mais de 300 anos.

 

Uma das narrativas mais conhecidas do mundo conta a história de uma mulher pobre, que escondeu ovos coloridos num ninho para entregá-los aos filhos na manhã da festividade religiosa. Contudo, quando as crianças descobriram o lugar, um grande coelho passou rapidamente e espalhou os presentinhos, dando aos pequenos a ilusão de que o bicho carregava e distribuía os ovos.

 

Outra versão que ganhou força no continente americano é de origem alemã. Durante as comemorações, os alemães escondiam ovos de galinha pintados à mão em grandes quintais para as crianças encontrarem. Agitados com a movimentação dos pequenos, os coelhos que viviam ali saltavam de suas tocas. Com o tempo, os adultos uniram os ovos e os coelhos numa história, dizendo aos filhos que os animais traziam os presentes de Páscoa.

 

Ovo de chocolate

O ovo simboliza vida, nascimento e ressurreição para muitos povos, como romanos, gauleses, chineses e egípcios. Para eles, o ovo representa a forma do universo. 

 

De acordo com a série de livros “O Guia dos Curiosos”, antigamente, a tradição girava em torno de ovos de galinha pintados a mão. Alguns historiadores acreditam que o costume de presentear com ovos coloridos surgiu com os antigos egípcios, que davam ovos decorados nas festas de primavera.

 

Para outros historiadores, o símbolo começou a fazer parte da comemoração na França, após a segunda Cruzada. Foram oferecidos aos pobres metade dos produtos das terras exploradas, entre eles, os ovos. A data coincidia com a Quaresma. Para festejar o fim do jejum de carne, as pessoas passaram a  presentear os amigos e familiares com ovos benzidos na missa do Domingo de Páscoa. 

 

Com o passar do tempo, os ricos e nobres passaram a trocar versões de porcelana, vidro, pedra, madeira e até escamas. Os ovos de chocolate vieram dos Pâtissiers franceses, que esvaziavam os ovos e depois recheavam com chocolate, finalizando com uma pintura por fora. O costume evoluiu até chegar à fase da indústria do chocolate, tal como é hoje.

 

A tradição de trocar ovos de galinhas pintados à mão ainda é muito forte em alguns países, como Estados Unidos e França. As crianças costumam participar de uma caça aos ovos. Na Bélgica, as crianças escondem ninhos de palha na grama para que o coelho da Páscoa os encha de ovos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix