Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Terça-Feira, 31 de Julho de 2018, 15h:57
Tamanho do texto A - A+

De arte marcial à defesa pessoal

O Aikido traz coordenação motora, flexibilidade, relaxamento, concentração e outros benefícios

Esthéfanie Vila Maior
Capital News

Confederação Brasileira de Aikido

De arte marcial à defesa pessoal

 O Aikido foi criado por Morihei Ueshiba no Japão

 

O Aikido é uma arte marcial criada no Japão, por Morihei Ueshiba. Na busca de coordenar o corpo e a mente, criou a técnica combinando seu elevado treinamento marcial com suas ideologias de crescimento interior. Aikido significa harmonia (Ai), energia (ki) e caminho (do). 

 

A arte marcial chegou ao Brasil, em São Paulo, no início dos anos 60, através do acupunturista e Mestre em Aikido Heishin Kawai. A Sensei e filha do precursor, Lilba Kawai (4º Dan), conta que o pai teve que fazer a mão os tatames e os hakamas, vestimenta tradicional japonesa.

 

Homens, mulheres, crianças e idosos são encontrados nos locais de prática, chamados de dojo. A arte consiste na aplicação de técnicas de imobilização e projeção.

 

Apesar da maioria das artes marciais ser predominantemente praticada por homens, Lilba explica que as mulheres estão procurando mais pelo Aikido. “O Aikido não é força, é técnica, isso ajuda as mulheres. Também não tem competição para provar quem é melhor. A competição é consigo mesmo, em se superar, em evoluir”.

 

O Sensei Carlos Grisalt (6º Dan) esclarece que, justamente por não usar força em combate, o Aikido é uma das melhores defesas pessoais para mulheres. “Em uma situação de perigo, a força do adversário, de quem está te atacando, é usada contra ele”, afirma.

Capital News

De arte marcial à defesa pessoal

Sensei Carlos Grisalt (6º Dan), Sensei Lilba Kawai (4º Dan) e Sensei Matias de Oliveira (6º Dan), durante seminário realizado em Campo Grande

Além da defesa pessoal, a prática do Aikido proporciona outros benefícios físicos e psicológico, como a coordenação motora, flexibilidade, relaxamento, concentração, não-resistência, ausência de espírito de competição, entre outros.

 

No Aikido, são cultivadas sete virtudes conforme o código dos samurais, conhecido como Bushido: justiça, valor heróico, compaixão, cortesia, honra, sinceridade e o sentido de dever e lealdade.

 

De acordo com Sensei Matias de Oliveira (6º Dan), o Aikido transforma a vida das pessoas de fora para dentro. Não se trata apenas de uma arte marcial. “O aikidoca muda a sua visão. Ele passa a evitar o conflito, passa a estar em harmonia. Ouvimos relatos de diversos alunos que se tornaram menos estressados, que a ansiedade diminuiu, que aprenderam a controlar a raiva, mudaram a postura, adquiriram confiança”, conta.

Divulgação

De arte marcial à defesa pessoal

 

Em Campo Grande

Em 2013, o Sensei Marcelo Bordignon fundou um dojo na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). No local, acadêmicos e a comunidade podem praticar a arte marcial gratuitamente. “O espaço estava parado. O telhado teve que ser reformado, a sala foi pintada. Atualmente, é utilizado para aulas de Aikido e outras artes marciais”. A turma é composta, em sua maioria, por universitários. Mas moradores da região também participam das aulas, incluindo crianças e idosos.

 

1 COMENTÁRIO:

Boa reportagem. Pratico na UFMS recomendo.
enviado por: Fernando em 31/07/2018 às 16:36:58
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix