Campo Grande/MS, Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
2016
Domingo, 01 de Janeiro de 2017, 12h:00
Tamanho do texto A - A+

Violência marca 2016 com assassinatos que chocaram a população

Ano foi marcado pela violência

Samira Ayub
Especial para o Capital News

Deurico/Capital News

Polícia confirma que Alceu Bueno foi morto por latrocínio

..

CapitalTV
 
 
 
retro2016

A denúncia do desaparecimento e morte de um adolescente levou a Polícia Civil a encontrar dez ossadas enterradas em um terreno no bairro Jardim Veraneio, em Campo Grande. O autor dos crimes, Luiz Alves Martins, conhecido como “Nando”, explorava sexualmente adolescentes viciados em droga, e quando desapontado, executava suas vítimas. Esse foi um dos crimes que chocou a população em 2016, um ano marcado pela violência. 

 

Segundo a titular da DEAIJ, (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), Aline Gonçalves Sinnotti Lopes, “Nando” atraía suas vítimas fornecendo-lhes “pasta base” ou dinheiro em troca de favores sexuais. As ações de exploração sexual durariam até que as vítimas o desapontassem, momento em que ele atraía os adolescentes e os executava.

 

Em setembro, moradores do Jardim Veraneio encontraram um corpo carbonizado em um terreno baldio. O corpo era do ex-vereador Alceu Bueno, condenado em dezembro de 2015 a oito anos de prisão por crime de exploração sexual envolvendo adolescentes. Bueno recorreu da sentença e cumpria pena em liberdade. 

 

No dia anterior ao crime, o ex-vereador teria deixado o escritório onde trabalhava, sem avisar a família. Ele dirigia um veículo Land Rover que foi encontrado dias depois na fronteira com o Paraguai. O mesmo veículo foi utilizado pelos suspeitos para levar o corpo dele até o terreno onde foi abandonado. Alceu Bueno foi assassinado em outro lugar e levado para o terreno onde foi encontrado e a polícia ainda investiga o caso.

 

Confira

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix