Campo Grande/MS, Sábado, 16 de Dezembro de 2017 | 00:39
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quarta-Feira, 19 de Abril de 2017, 19h:15
Tamanho do texto A - A+

Com preços do milho abaixo do valor mínimo, negociações permanecem lentas em Caarapó

A estimativa é de que a produção do milho safrinha no município seja de 90 a 100 sacas por hectare

Alline Gois
Capital News

Divulgação/Assessoria

Produção e produtividade na colheita de milho safrinha batem novo recorde em MS

Colheita de milho safrinha eleva a produção de Caarapó

 

A previsão para a produção de milho safrinha no município de Caarapó (MS) é de 90 a 100 sacas por hectare, segundo o presidente do Sindicato Rural, Antônio Umberto Maran.  O volume da produção marca uma safra recorde para a região.

A preocupação dos produtores no momento é com as geadas. Maran destaca que, se não houver geadas até o dia 15 de junho, 90% da produção estará garantida.  “Como o clima vem mudando e as geadas, normalmente, estão ocorrendo mais tarde, isso não vem afetando a safrinha”, explicou.

Com o crescimento da produção, os produtores enfrentam problemas com o armazenamento e o preço. No município, o preço está em torno de R$ 18 e o estimativa  para junho e julho é de R$ 16. 

Em relação ao armazenamento, Marun acrescenta que os produtores maiores têm condições de guardar o milho e podem esperar.  No entanto, alguns armazéns estão cheios, e 60% da oleaginosa ainda não foi comercializada.

Ao contrario do que ocorre em Mato Grosso, onde o molho está a céu aberto, acredita-se que esse problema não deve ocorrer em Mato Grosso do Sul, pois os produtores ainda têm a opção de armazenar o milho em silo bolsa.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix