Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017 | 02:41
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sábado, 17 de Junho de 2017, 07h:53
Tamanho do texto A - A+

Mato Grosso do Sul ganha destaque no abate de frango no primeiro semestre de 2017

O Estado perde apenas para Paraná e Santa Catarina. Ao todo foram mais de 2,53 milhões de cabeças

Rosana Moura
Especial para o Capital News

Divulgação

Carne de frango

 Mato Grosso do Sul apresentou aumento no abate de frango

Enquanto o abate de bovino apresentou queda, o de frango vem ganhando destaque no Mato Grosso do Sul. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado se manteve entre os que obtiveram participação acima de 1%, perdendo apenas para o Paraná e Santa Catarina.

Em âmbito nacional foram abatidas 1,48 bilhão de cabeças de frangos. Esse resultado significou aumentos de 5,1% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 0,3% na comparação com o mesmo período de 2016.

Paraná continua liderando amplamente o abate de frangos, com 31,1% da participação nacional, seguido por Santa Catarina (14,7%) e Rio Grande do Sul (14,1%).

Ainda segundo dados do IBGE, Mato Grosso do Sul possui mais de 24 milhões de cabeças de aves, o que corresponde a 2% da participação nacional e coloca o Estado em 11º lugar no ranking avícola. O setor em Mato Grosso do Sul é representado por 1.141 aviários e 490 produtores integrados, que criam animais com subsídio das indústrias avícolas (pintos e ração). A produção de frango se concentra no centro sul do Estado, sendo que Sidrolândia é o maior produtor e Dourados aparece em segunda posição.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix