Campo Grande/MS, Sábado, 15 de Junho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019, 09h:36
Tamanho do texto A - A+

Tereza Cristina encaminha documento com 30 frigoríficos para avaliação da China

Durante encontro em maio, Brasil solicitou autorização para 78 frigoríficos, porém, a China sinalizou abertura para avaliação de apenas 20.

Flavia Andrade
Capital News

Valter Campanato/ Agência Brasil

Tereza Cristina tenta habilitar 30 novos frigoríficos para exportação de carne para a China

Durante encontro em maio, Brasil solicitou autorização para 78 frigoríficos, porém, a China sinalizou abertura para avaliação de apenas 20.

 

Nesta quinta-feira (23), durante entrevista coletiva, a Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, anunciou o encaminhamento para análise dos Chineses de uma lista contendo 30 plantas frigoríficas que pretendem exportar para País. O encaminhamento é resultado da missão realizada pelo Mapa em maio à Àsia.

 

Inicialmente, a ideia do Mapa era conseguir autorização para 78 frigoríficos. Porém, durante as tratativas com autoridades chinesas, foi sinalizada a intenção de abertura para avaliar 20. Tereza Cristina, solicitou aos chineses a ampliação do número para 30 plantas.

 

Ao todo, seis unidades já haviam sido vistoriadas, porém ainda não atendem as especificações do País, sendo consideradas não habilitadas. As outras 24 foram selecionadas a partir de um diálogo entre a equipe do Mapa e as associações do setor e não precisarão ser vistoriadas. Dentro deste grupo estão exportadores de bovinos (gado), avinos (frango), suínos (porco) e asininos (jumentos).

 

De acordo com a ministra Tereza Cristina, “O Ministério vai fazer a conferência documental pra ver se todo mundo está pronto com todos os requisitos que a China tem nos pedido. Mas quem dá o aval é a China. Depois a negociação é entre os privados, entre pessoas na China que querem importar carne e os frigoríficos”, afirma.

 

Ainda conforme a ministra não há um prazo para a resposta dos chineses. Eles estipularam que a lista brasileira deveria ser enviada até hoje, mas não adiantaram quanto tempo levarão para analisar os exportadores.

 

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), cerca de 50 plantas frigoríficas exportam para o país asiático, sendo mais de 35 trabalhando com aves, 16 com gado e 9 com porcos. Outra demanda apresentada pela delegação brasileira na China foi a revisão do protocolo do milho. “Conseguimos a promessa que vão fazer essa revisão para que Brasil possa exportar”, conclui.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix