Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 24 de Junho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Terça-Feira, 04 de Junho de 2019, 15h:34
Tamanho do texto A - A+

Vaca Louca: Brasil espera autorização para exportar para China

Ministra Tereza Cristina informou que foi entregue os documentos necessários para autorização

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Assessoria

Show da Carcaça paga R$ 314 mil em bônus aos associados

Brasil espera resposta da China

Após a suspensão temporária adotada pelo Brasil, em cumprimento a um protocolo assinado em 2015 pelos dois países  - da exportação de carne bovina para a China, a ministra da Agricultura Tereza Cristina, informou nesta terça-feira (4) que o governo brasileiro já entregou para a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) os documentos necessários para reverter a suspensão. 

 

“São suspensões temporárias, só para avaliação dos documentos entregues [pelo governo brasileiro]. A OIE [Organização Internacional de Saúde Animal] já terminou o processo. Abriu e fechou sem pedidos complementares. É uma coisa absolutamente normal e estamos esperando a China nos próximos dias nos pedir para retirarmos a suspensão, que foi feita pelo Brasil”, disse a ministra Tereza.

 

Caso - A doença da vaca louca foi registrada na última sexta-feira (31) no Estado de Mato Grosso e segundo a avaliação do ministério não há risco de acordo com a avaliação. A vaca de corte de 17 anos. O animal foi abatido e teve o material de risco de contaminação retirado e incinerado no próprio matadouro. Os produtos derivados da vaca foram identificados e apreendidos preventivamente.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix