Campo Grande/MS, Sábado, 29 de Abril de 2017 | 19:20
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Segunda-Feira, 02 de Janeiro de 2017, 13h:16
Tamanho do texto A - A+

Caravana da Saúde passa por reformulação para novos atendimentos em 2017

Governo estuda inclusão de atendimentos vasculares e diagnósticos de câncer de colo de útero e mama

Natália Moraes
Capital News

Divulgação/Governo do Estad

Caravana da Saúde já realizou 30 mil cirurgias oftalmológicas em MS

No total foram mais de 50 mil cirurgias realizadas pela Caravana

Programa criado pelo governo estadual para diminuir filas do SUS, a Caravana da Saúde está sendo remodelada para levar novos atendimentos à população de Mato Grosso do Sul em 2017. Serão incluídas outras demandas, como atendimentos vasculares.


Conforme o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) o projeto está sendo remodelado pelas equipes técnicas da Secretaria Estadual de Saúde (SES). O objetivo continua o mesmo: levar mais atendimentos à população, atendendo demandas dos moradores do Estado, com novas ações nas regiões “pólo”.


“Vamos fazer, por exemplo, atendimentos vasculares. Pessoas que têm problema de varizes que comprometem a mobilidade. Também atender crianças com problema de visão. Muitas delas têm dificuldade nos estudos por não enxergar bem. A gente pretende dar o atendimento e também os óculos para os estudantes da rede pública. Estamos vendo ainda uma parceria com o Hospital do Câncer para que todas as mulheres tenham acesso aos exames para o diagnóstico de câncer de colo de útero e mama, porque a gente sabe que com diagnóstico precoce há mais chance de cura. Então a Caravana vem com uma demanda diferente para levar melhor qualidade de vida as pessoas”, declarou o governador.


Sobre os procedimentos de ortopedia, estão sendo disponibilizadas consultas pré-operatórias, exames complementares necessários às cirurgias e acompanhamento pós-operatório, o que inclui curativo, retirada de pontos, avaliação clínica, agendamento de nova consulta até o encaminhamento para o serviço público de saúde contrarreferenciado.


Caravana
Para que o planejamento da regionalização da Saúde pudesse ser iniciado, o governo criou o programa Caravana da Saúde, com o objetivo de por fim a filas. Assim nasceu o sistema de mutirão de atendimentos médicos que levou cirurgias, consultas e exames para 11 regiões do Estado, que receberam pacientes dos 79 municípios.

 

No mês de setembro a Caravana iniciou uma nova etapa, liberando quatro mil cirurgias eletivas em especialidades em cirurgia geral, urologia, ginecologia e ortopedia, que estão sendo realizadas no Hospital Adventista do Pênfigo em Campo Grande e Hospital São Julião.
(com assessoria)

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix