Campo Grande/MS, Domingo, 28 de Maio de 2017 | 16:29
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017, 14h:47
Tamanho do texto A - A+

Em nove dias de campanha mais de 15 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe na Capital

A partir da próxima terça-feira, dia 2 de maio, a vacinação estará liberada para todos os grupos recomendados pelo ministério da saúde

Jhefferson Gamarra
Capital News

Em apenas nove dias da campanha de vacinação contra a gripe em Campo Grande, a SESAU (Secretaria de Saúde Pública de Campo Grande) aplicou 15.845 doses da vacina anti gripe na população, que integra as duas primeiras fases do grupo de risco estabelecido pelo Ministério da Saúde.


Segundo o primeiro boletim de vacinação emitido pela Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica (CVE), 9.082 crianças de seis meses a menores de cinco anos tomaram as doses, foram imunizadas ainda1.432 gestantes e 298 púerperas (mulheres até 45 dias após o parto). Já os profissionais da saúde totalizam 5.033 pessoas vacinadas.

“O total de pessoas imunizadas é satisfatório levando em consideração que tivemos um feriado prolongado e dias chuvosos, o que comprometeu a campanha. Já nas próximas semanas, teremos dias mais intensos de vacinação. Por isso estamos pedindo que a população tenha paciência, pois haverá ainda, praticamente, 30 dias de campanha”, disse a coordenadora da CVE, Mariah Barros.

Assecom/Arquivo

Dourados foca na imunização contra influenza para três grupos

Campanha de vacinação na capital



A partir da próxima terça-feira, dia 2 de maio, a vacinação estará liberada para todos os grupos recomendados pelo Ministério da Saúde: indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de cinco anos, as gestantes, as puérperas, os trabalhadores de saúde, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade, os funcionários do sistema prisional e professores (público ou privado) do ensino básico, médio e superior. A vacina está disponível em todas as unidades básicas de saúde (UBS) e de saúde da família (UBSF) de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h às 17h.

Para receber a dose, todos devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia); documento pessoal de identificação; e, a caderneta de vacinação (caso tenha).

Além dos documentos exigidos para todos, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira do conselho ou holerite; as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; e os indígenas: cadastro na SESAI.

Já os professores devem apresentar um holerite e os documentos obrigatórios para todos do grupo de risco. Os portadores de doenças crônicas precisam apresentar e deixar nas unidades de vacinação, cópia do laudo indicando a doença ou uma receita, ambos com carimbo e assinatura do médico.

Plantão de Vacinação
Cinco unidades de saúde foram escaladas para aplicar as doses nas pessoas que integram o escalonamento das duas primeiras fases do grupo de risco. Os Centros Regionais de Saúde Nova Bahia, Tiradentes, Aero Rancho, Coophavila e a UBS Coronel Antonino estarão realizando a vacinação das 7h às 11h e das 13h às 17h, neste sábado (29), domingo (30) e no feriado de 1º de maio.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix