Campo Grande/MS, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017 | 21:02
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Sexta-Feira, 06 de Janeiro de 2017, 15h:38
Tamanho do texto A - A+

Meninos já podem ser vacinados contra HPV em Mato Grosso do Sul

Governo Federal estima vacinar 49,5 mil meninos em MS; até o ano passado, a imunização era feita apenas em meninas

Natália Moraes
Capital News

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de vacina, vacinação de atultos

A vacina disponibilizada para os meninos é a quadrivalente, que já é oferecida desde 2014 pelo SUS para as meninas

Em Mato Grosso do Sul, os postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) já podem vacinar meninos na faixa etária de 12 a 13 anos contra o HPV. Com o objetivo de reduzir a propagação do vírus, o Governo Federal estima vacinar 46,9 mil meninos em todo o estado. Até o ano passado, a imunização era feita apenas em meninas.


Conforme a Agência Saúde do Governo Federal, o esquema vacinal para os meninos é de duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Para os que vivem com o HIV, a faixa etária é mais ampla (9 a 26 anos) e o esquema vacinal é de três doses (intervalo de 0, 2 e 6 meses). No caso dos portadores de HIV, é necessário apresentar prescrição médica.

 

A vacina disponibilizada para os meninos é a quadrivalente, que já é oferecida desde 2014 pelo SUS para as meninas. Ela confere proteção contra quatro subtipos do vírus HPV (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema. Com a vacinação, o Governo visa proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus. A definição da faixa-etária é para assegurar proteção às crianças antes do início da vida sexual.


Ainda de acordo com a Agência Saúde, a decisão do Governo de ampliar a vacinação para o sexo masculino segue recomendações das Sociedades Brasileiras de Pediatria, Imunologia, Obstetrícia e Ginecologia, além de DST/AIDS e do órgão consultivo de imunização dos Estados Unidos (Advisory Committee on Imunization Practices).


Brasil
O Brasil é o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunizações. A faixa-etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos os meninos com 9 anos até 13 anos.


A expectativa é imunizar em todo país mais de 3,6 milhões de meninos em 2017, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/aids, que também passarão a receber as doses. Para isso, o Ministério da Saúde adquiriu seis milhões de doses, ao custo de R$ 288,4 milhões.

(com assessoria)

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix