Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2018 | 04:38
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 16h:38
Tamanho do texto A - A+

Secretaria de Saúde realiza mobilização contra o Aedes aegypti

Contendo palestras educativas, mobilização é evitar a proliferação do mosquito

Vinicius Costa
Especial para o Capital News

Divulgação/Prefeitura de Três Lagoas

Secretaria de Saúde realiza mobilização contra o Aedes aegypti

 

Uma mobilização feita pela Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas intensificaram nesta semana, ações contra o mosquito Aedes aegypti para evitar a proliferação, evitando os riscos das doenças da Dengue, da Zica e da Chikungunya. O Setor de Promoção da Saúde da Diretoria de Vigilância e Saneamento, também participam da ação.

O trabalho das equipes se estendem até a sexta-feira (27) e entram em conjunto com a Semana Nacional de Mobilização Contra o Aedes aegypti, promovida pelo Ministério da Saúde. Por meio de palestras educativas realizadas, a tentativa é conscientizar as pessoas a participar na mobilização. “Nesta mobilização, concentramos nossos trabalhos em palestras educativas e de orientações de como devem ser os cuidados e ações de cada dia para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti”, explica o coordenador do Setor de Promoção da Saúde, Waldir José de Souza.

Ele ainda ressalta dizendo que orientações são feitas e quais os cuidados que as pessoas devem ter para evitar a proliferação do mosquito. “São orientações práticas e simples de prevenção, proteção e cuidados que todos devem ter, para bloquearmos as condições favoráveis à criação do mosquito Aedes”.

A reprodução dos mosquitos acontecem em pneus, tanques ou qualquer lugar que contenha água parada. A fêmea detém uma postura na hora de colocar os ovos e a partir daí, serem distribuídos por diversos lugares. “Nosso trabalho é convencer todas as pessoas a participarem dessa mobilização que tem que ser diária e a todo o momento. Em menos de 15 minutos é possível fazer uma varredura na casa da gente e no quintal e acabar com os recipientes com água parada, que são os locais preferidos para o mosquito procriar”, orientou Waldir.

O coordenador e equipe do Setor de Promoção da Saúde, além das ações de bloqueio do Aedes aegypti, realizadas em vários pontos da Cidade, proferiram palestras, com o apoio da Secretaria de Assistência Social (SAS) no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Vila Piloto e no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) de Idosos “Tia Nega”, no Parque São Carlos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix