Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017 | 04:51
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Sexta-Feira, 24 de Fevereiro de 2017, 18h:18
Tamanho do texto A - A+

Secretário de Saúde aponta início da gestão, após apresentação de balanço final referente ao ano anterior

Vilela pontua que a partir de agora poderá focar em melhorias e cobranças na área da saúde

Flavia Andrade
Capital News

Deurico/Capital News

Secretário de Saúde dá início à gestão, após apresentação de balanço final referente ao ano anterior

Após reorganizar a secretária, Vilela aborda início de sua gestão

Após apresentação do balanço referente ao terceiro quadrimestre de 2016, em entrevista aos jornalistas, o secretário de Saúde, Marcelo Vilela, disse que, “agora começa o início da minha gestão, daqui para frente, o próximo balanço a ser apresentado será referente ao que realizarmos”, pontua Vilela.

“Criamos medidas para que os usuários possam entender como está sendo investido o dinheiro na área da saúde, acredito que até julho já temos implementado bem, e a partir daí, começa a fluir os nossos trabalhos. O problema que existe com relação à apresentação de dados, é porque precisamos de software especializado para acompanhamentos. A prefeitura pegou um passivo de R$ 20 milhões, então, temos que acertar esse valor no orçamento desse ano para poder gerir o recurso da melhor maneira”, afirma secretário.

Deurico/Capital News

Secretário de Saúde dá início à gestão, após apresentação de balanço final referente ao ano anterior

Secretário aponta passos a serem seguidos para superar solicitação da população

 

Com relação às reclamações referentes a falta de remédios e demoras no atendimento, Marcelo Vilela, pontua que, “temos na administração pública certos recursos que demoram, a parte administrativa vai para diversas áreas, para que organizemos a situação, acreditamos que até a primeira quinzena de março, já iniciemos o primeiro abastecimento das farmácias. Quanto aos atendimentos, existem um sistema de classificação para atendimento, e nós temos 10 postos de atendimentos de urgência e emergência, na verdade, precisamos organizar melhor a básica para o cidadão ter o acesso a básica, de coisas mais simples, de forma mais rápida, as urgências e emergências devem ser usadas específicas para urgência e emergência”, diz Vilela.

“Os médicos tem razão quanto as reclamações e temos que melhorar e ampliar o atendimento deles, para que então possamos cobrar, porém isso é uma questão de tempo, precisamos trabalhar essas situações, para realizarmos melhorias no atendimento tanto ao médico quanto ao paciente”, conclui  Secretário.

Deurico/Capital News

Secretário de Saúde dá início à gestão, após apresentação de balanço final referente ao ano anterior

Secretário fala sobre prováveis projetos de melhorias para atender a médicos e pacientes

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix