Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 25 de Maio de 2017 | 06:36
27˚
(67) 3042-4141
Tecnologia
Terça-Feira, 19 de Julho de 2016, 11h:27
Tamanho do texto A - A+

Justiça do Rio de Janeiro determina bloqueio imediato do WhatsApp

Empresas de telefonia e comunicação foram notificadas após empresa se negar a passar informações em investigação policial

Liniker Ribeiro
Capital News

Deurico/Capital News

Foto ilustrativa de telefonia, telefonia móvel, celular, internet movel, g3, g4, tecnologia, WhatsApp, navegação mobile

Bloqueio de aplicativo de mensagens será imediato

Mais uma vez o uso do aplicativo de mensagens WhatsApp deve ser bloqueado para usuários brasileiros. Segundo informou a Globo News agora há pouco, nesta terça-feira (19), a determinação é da Justiça do Rio de Janeiro, após o Facebook ter recusado fornecer informações para uma investigação policial.
 
Empresas de telefonia e comunicação devem suspender o acesso imediatamente, conforme exigência da juíza Daniela Barbosa. A notificação para bloquear o sinal ocorreu por volta das 11h30, horário de Brasília.

 

 Saiba mais
  WhatsApp diz que bloqueio judicial ameaça comunicação das pessoas
  Diretor do WhatsApp diz que novo bloqueio do serviço é chocante
  Presidente do STF derruba bloqueio de WhatsApp por meio de liminar

De acordo com a juíza que solicitou o bloqueio do aplicativo, o Facebook, empresa proprietária do WhatsApp, foi notificado três vezes para interceptar mensagens que seriam usadas em uma investigação policial em Caxias, na Baixada Fluminense. O tempo de duração para o bloqueio ainda não foi informado.

Bloqueios
O bloqueio do aplicativo já foi solicitado em pelo menos outras três ocasiões. O último, em maio, havia sido solicitado pela Justiça de Sergipe, pelo mesmo motivo da nova decisão. Em dezembro de 2015 foi a Justiça de São Paulo que exigiu o bloqueio por 4 horas, tendo durado 12 horas.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix