Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017 | 19:53
27˚
(67) 3042-4141
Tecnologia
Quinta-Feira, 04 de Maio de 2017, 13h:26
Tamanho do texto A - A+

Universidades e empresas privadas discutem a ultilização de tecnologia no setor rural

Universidades e empresas privadas discutem a ultilização de tecnologia no setor rural

João Gabriel Vilalba
Especial para capital News

Divulgação/Assessoria

Universidades e empresas privadas discutem a ultilização de tecnologia no setor rural

Representantes discutem a forma de como ultilizar a tecnologia no aumento de produção

A Secretária Municipal de Agricultura Familiar e Economia Solidária em conjunto com instituições privadas e universidades  federais buscam um planejamento estrátegico para fortalecer a hoticultura organica no município de Dourados. O objetico dessa reunião, é garantir uma mior ptodução e fortalecer o mercado rural na região.

Esta ação conta com a participação da Embrapa, Serviço Nacional de Aprenizagem Rural (Senar), Agência de Desenvolvimento Agrário e Extenção Rural (Agraer), e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul (Sebrae-MS). As Universidades Federal da Grande Dourados e a Estadual também estão ajudando na pesquisa, com a Associação dos Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul (Apoms)

Na semana passada, ocorreu uma reunião na secretária de Agricultura Familiar com representantes dessas instituições onde deram sequencia ao trabalho que vem desenvolvido.

Segundo o coordenador de produção da Embrapa, Ivo de Sá Mota, explicou que a estrátegia é levar a tecnologia até os produtores rurais, considerando que em breve o município contará com uma unidade do Ceasa, que necessitará uma estrátegia de mercado, para garantir uma maior produção.

Questionado, o secretário de Agricultura Familiar, Landmark Ferreira Rios considera que o poder público precisa agir no sentido de abrir canais de comercialização dentro do município, e assim ouvir a socidade por meio de pesquisas participativas para apurar quais produtos querem consumir, e assim usar a tecnologia para melhorar a produção.

“Precisamos otimizar nosso tempo, os recursos, e procurar gastar bem, investindo naquilo que dá resultado, como é o caso da horticultura, que tem dado retorno altamente positivo aos nossos agricultores”, menciona Landmark, citando a Feira Agroecológica de Dourados, onde o grupo que produz de acordo com políticas públicas para a agroecologia comercializa produtos semanalmente.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix