Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 26 de Junho de 2017 | 18:22
27˚
(67) 3042-4141
Tecnologia
Segunda-Feira, 12 de Dezembro de 2016, 15h:59
Tamanho do texto A - A+

Usuários ignoram devolução de celular explosivo e Samsung toma medida drástica

Em novembro 85% dos Note 7 vendidos nos EUA já tinham sido devolvidos, com isso aproximadamente 285 mil unidades estavam perambulando por aí

Myllena de Luca
Capital News

Reprodução YouTube/Ariel Gonzalez

Samsung note7

Samsung note7

A Samsung está tomando medidas drásticas para fazer com que usuários devolvam o Galaxy Note7, antes que o aparelho cause uma explosão. A medida é para que a pessoa não consiga mais usar o celular de maneira alguma.

Os usuários dos Estados Unidos receberam uma notificação avisando que na quinta-feira (15) o aparelho será atualizado e será impossível carregá-lo. A pessoa nunca mais ligará o Note7 e com isso terá que devolver.

Esta não é a primeira tentativa, em novembro foi feita uma atualização para que fosse interrompido o carregamento quando a bateria atingisse 60%. Já no Canadá os usuários tiveram conexões celular, Bluetooth e Wi-Fi desativadas.

Em janeiro foi o primeiro anúncio, depois em outubro. De acordo com o Olhar Digital, em novembro 85% dos Note7 vendidos nos EUA já tinham sido devolvidos. Com isso aproximadamente 285 mil unidades ainda estavam soltos pelo país.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix