Campo Grande/MS, Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2021, 12h:13
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Alimentos ricos em cloreto de magnésio ajudam a equilibrar o organismo

Por Pérola Cattini

Da coluna Bem-Estar
Artigo de responsabilidade do autor

Nutriente está relacionado a centenas de processos químicos no organismo

Divulgação

ColunaBem-Estar

O magnésio é considerado o oitavo elemento mais abundante da terra e está presente tanto na natureza (solo e mar), quanto no corpo humano. Com participação em centenas de reações químicas dentro do organismo, ele trabalha estimulando a memória e o desempenho do cérebro, além de atuar em processos como transmissão nervosa, excitabilidade cardíaca, condução neuromuscular e na regulação da pressão sanguínea. Este mineral está presente em alimentos in natura ou em suplementos como o cloreto de magnésio, e sua deficiência pode ser relacionada a uma dieta rica em alimentos ultraprocessados e ao aparecimento de doenças como arritmia cardíaca, osteoporose, hipertensão arterial, enxaqueca e derrame.

De acordo com estudo realizado pela Universidade de Vermont, nos Estados Unidos, a ingestão de magnésio também pode estar relacionada à diminuição dos sintomas da depressão. A pesquisa, publicada na revista Plos One, mostrou que os participantes que ingeriram pílulas com 248 mg da substância – uma dose considerada baixa – todos os dias por um período de seis semanas constataram melhoras no quadro em um período de duas semanas.

Além disso, o consumo de quantidades adequadas de magnésio é de suma importância para atletas e pessoas que praticam exercícios físicos de forma regular. Isso porque o mineral é imprescindível para o relaxamento muscular e para a formação e reparação de tecidos. O nutriente também está envolvido no processo de obtenção de energia no ciclo de Krebs, no qual ocorre a liberação de energia celular de forma gradual em organismos aeróbicos, e no funcionamento correto do sistema locomotor.

Abaixo, confira alimentos ricos em magnésio para inserir na dieta.

Sementes e oleaginosas
A semente de abóbora é o alimento que mais concentra magnésio entre todos os outros. Cada porção de 100 g fornece 262 mg do mineral, além de 446 kcal de energia. Além dela, as oleaginosas, como nozes, castanha-do-pará, castanha-de-caju e amendoim, e as sementes de linhaça e gergelim são ótimas fontes do nutriente.

Folhas
Folhas verdes como espinafre, agrião, couve e acelga são uma ótima adição a qualquer dieta, além de serem ricas em magnésio e outros tantos minerais. Uma porção de 100 g de espinafre cozido, por exemplo, apresenta 87 mg do nutriente.

Frutas
Uva, banana e abacate são exemplos de frutas ricas em magnésio e que podem ser facilmente inseridas no cardápio diário, inclusive como opções de pré e pós-treino, já que o mineral também é um importante aliado no combate às câimbras.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix