Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 27 de Maio de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 08 de Maio de 2022, 12h:23
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Saúde bucal deve estar entre as preocupações durante período de gestação

Por Laura Fassina

Da coluna Bem-Estar
Artigo de responsabilidade do autor

Saúde bucal também deve ser incluída no pré-natal de gestantes

iStock

ColunaBem-Estar

Fazer a manutenção da saúde bucal é fundamental em todas as etapas da vida, uma vez que problemas como cáries ou inflamações na gengiva podem se tornar ainda maiores e afetar outras partes do corpo, sobretudo nos casos de infecção. Apesar de o dentista, no Brasil, não ser um médico, é sempre importante ter consultas rotineiras.


Para as grávidas, então, cuidar da saúde bucal é importantíssimo; afinal, os cuidados com a criança e com a saúde da mãe devem começar desde o início da gestação e se prolongar até o final dela. Muitas mamães acabam se esquecendo de passar com dentistas para fazer avaliações e possíveis manutenções, o que pode afetar o desenvolvimento do feto.

Como a saúde bucal afeta a gravidez?
Cada vez mais, a medicina e a odontologia, que caminham juntas, evidenciam que os problemas causados sobretudo na gengiva podem afetar o nascimento dos bebês, que podem vir prematuros, ou mesmo nascidos com o peso considerado abaixo do normal; de acordo com as pesquisas, grávidas que têm enfermidades periodontais correm mais riscos, pois os fluidos biológicos aumentam, o que atrapalha o trabalho de parto.

 

Além disso, algumas grávidas têm mais propensão a desenvolver problemas odontológicos durante a gestação, pois pode haver um maior acúmulo da placa bacteriana, que se instala nos dentes após as refeições. Como reação, isso irrita as gengivas, podendo causar desde gengivites até tártaros. Por isso, a higiene bucal deve ser feita todos os dias corretamente, com escovação e uso de fio dental, para evitar o acúmulo de bactéria nos dentes e na gengiva.

Tratamento odontológico durante a gravidez
Assim que souber que está grávida e começar as consultas de pré-natal, converse com o seu médico para saber qual será o melhor momento para fazer uma avaliação com um dentista. Normalmente, recomenda-se procurar por um dentista entre o quarto e o sexto mês de gravidez, pois já se passaram os três primeiros meses, que são cruciais para o desenvolvimento do feto.


Também recomenda-se evitar ir a uma clínica de odontologia nos últimos três meses de gravidez, pois a gestação já está avançada, e se for necessário tomar antibióticos, a saúde da mãe e do bebê pode ficar prejudicada, além de que a poltrona pode ser desconfortável.

 

E, após a gravidez, é importantíssimo acompanhar o nascimento dos dentes da criança com um dentista que atende também pediatria, para garantir o crescimento saudável e fortalecido dos dentinhos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix