Campo Grande/MS, Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 12h:08
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Você conhece todos os ingredientes dos seus cosméticos?

Por Pérola Cattini

Da coluna Bem-Estar
Artigo de responsabilidade do autor

Formol, óleo mineral e parabenos são substâncias que devem ser evitadas

Divulgação

ColunaBem-Estar

Nos últimos anos, o setor de beleza tem apresentado um vasto crescimento no Brasil. De acordo com a Abihpec – Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos –, para este ano, a estimativa é de 4,1% de crescimento nas vendas, ou seja, R$ 50,43 bilhões em faturamento. Mas, na mesma intensidade desse crescimento, cresce também o interesse dos próprios consumidores em saber quais produtos químicos existem na composição de seus cosméticos. Você conhece quais são os componentes dos produtos que utiliza diariamente?

Atualmente, é de conhecimento geral que existem certas substâncias nocivas ao organismo humano, que, quando aplicadas diariamente sobre a pele, podem causar danos em médio e longo prazo. Entre as mais famosas e perigosas, destacam-se:

Formol. Apesar de ser um componente polêmico, ainda muitos cosméticos apresentam formol em sua formulação, como conservante. Um estudo realizado no Departamento de Dermatologia da Universidade de Debrecen, na Hungria, revelou que o formol pode contribuir para o aparecimento de câncer em combinação com a radiação do sol. Para sua segurança, observe os rótulos e evite substâncias como quatérnium-15, diazolidinil hora, imidazolidinil ureia e DMDM hidantoína.

Óleo mineral. Os óleos minerais estão presentes na maioria dos produtos cosméticos, devido à sua propriedade hidratante. No entanto, assim como o formol, eles também são altamente prejudiciais ao organismo. Evite produtos com termos relacionados a paraffin oil e mineral oil.

Parabenos. Esses ativos também funcionam como conservantes em cosméticos. Contudo, há outros tipos de conservantes naturais no mercado, que permitem o desenvolvimento de cosméticos mais seguros à saúde. Priorize os produtos que não apresentem parabens, methylparaben, ethylparaben, propylparaben e butylparaben em sua composição.

Ureia. Um dos hidratantes mais usados em cosméticos é a ureia, por sua eficácia e seu baixo preço. Contudo, esse componente é proibido para grávidas, pois penetra profundamente na pele, podendo prejudicar o bebê. Por isso, é importante evitar produtos com ureia em sua composição.

Em contrapartida, há outros inúmeros componentes muito benéficos ao organismo humano, com destaque para os que apresentam na embalagem termos como paraben-free, livres de conservantes danosos ao organismo; etoxilado-free, livres do óxido de etileno com álcoois e ácidos graxos; e mineral oil-free, livres de óleo mineral, que pode agravar a acumulação de células mortas da pele.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix