Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 12 de Janeiro de 2020, 11h:57
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Alfabetização infantil: como deve acontecer e como preparar a criança para essa etapa

Por Débora Ramos

Da coluna Educação e Carreira
Artigo de responsabilidade do autor

De acordo com neuropediatras o processo pode acontecer entre 4 e 7 anos de idade

Divulgação

ColunaEducaçãoECarreira

Na Primeira Infância, as crianças aprendem por meio de brincadeiras, músicas, filmes e artes em geral. Nesta etapa, é possível iniciar a alfabetização na escola, mas não há um consenso entre estudiosos do assunto sobre qual a melhor idade para o início dela. Alguns profissionais creem que o processo ainda é prematuro e que as crianças deveriam estar apenas brincando, enquantos outros especialistas afirmam que isso beneficia o avanço cognitivo dos pequenos.

 

De acordo com a psicóloga e pedagoga Betty Monteiro, em entrevista ao Catraca Livre, essa etapa deve ter início apenas aos 7 anos, quando as crianças já possuem outros campos desenvolvidos. “Antigamente, chamávamos isso de prontidão para a alfabetização, requisitos básicos. Mas a criança deve estar pronta. A Educação Infantil tem um papel fundamental, por ser um período preparatório físico, sensorial, emocional e psicomotor. Ela é decisiva para o sucesso escolar da criança”, explica Betty.

 

Ainda assim, cada criança possui o seu próprio tempo de aprendizagem e deve ocorrer entre 4 e 7 anos, de acordo com neuropediatras. Ler, cantar e conversar com as crianças pode ajudar no processo, já que os hábitos dos pais influenciam diretamente no comportamento e aprendizado dos filhos.

 

Acredita-se que existem quatro técnicas principais de alfabetização infantil: processo global, onde se aprende a ler frases inteiras; método fônico, quando o que é aprendido são os sons e melodias das letras e palavras; o processo que mescla os dois anteriores e o que acredita que tudo depende do professor.

 

O “Literacy Panel” é um sistema desenvolvido pelos EUA e Inglaterra para quantificar os métodos mais eficazes na alfabetização. Com ele, foi possível observar que o processo fônico trouxe mais resultados positivos que os demais. Ele foi ainda mais eficaz em casos em que as crianças possuíam alguma dificuldade na aprendizagem.

 

Como preparar a criança para a alfabetização?

Incentivar os pequenos a entrar em contato com letras, histórias e canções pode ser uma alternativa para mesclar o ensino e a fase em que eles precisam brincar ao ar livre para desenvolver o físico e a socialização com outras crianças. Desta forma, existem diferentes formas de preparar a criança, como livro de alfabetização com ilustrações, filmes infantis, músicas e contação de histórias que os pais podem fazer antes da criança dormir.

 

Isso ajuda na aquisição de repertório, aumenta o vocabulário infantil e deixa a criança mais inserida no meio literário lúdico, deixando-a mais à vontade quando for iniciar os estudos na escola.

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix