Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 08h:36
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Revista francesa monta PSG da década sem Neymar

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

Atual camisa 10 da equipe ficou atrás nomes como Cavani e Mpbappé

C.Gavelle/PSG

ColunaFutebol

Os recentes desestendimentos de Neymar com a torcida e alguns diretores do Paris Saint Germain têm custado caro ao brasileiro. Com o crescimento do IPTV no Brasil, fica cada vez mais fácil assistir os jogos do astro na Europa. Também fica mais fácil ver o quanto Neymar ainda não está confortável por ter ficado no clube.

A consequência de tantas brigas, lesões seguidas e atividades extra-campo deixaram o atleta fora da lista da década do Paris Saint Germain, promovida pelo conceituada revista francesa France Football.

De acordo com o periódico, as constantes lesões e ausências do brasileiro em jogos importantes para o clube acabaram o deixando de fora da seleção com os melhors do clube nos últimos 10 anos.

Neymar acabou sendo preterido por Ibrahimovic, Mbappé e Edinson Cavani, que formaram o ataque titular do time. Cavani, aliás, foi muito elogiado na publicação. Vale lembrar que os dois tiveram seguidos desentendimentos assim que Neymar chegou ao clube, quando disputaram a preferência em cobranças de falta e pênalti.

Por outro lado, quatro brasileiros foram escolhidos: Thiago Silva, Marquinho, Maxwell e Tiago Motta. O primeiro ganhou destaque na publicação pelo número de jogos no PSG (303) e por ter conquistado quase tudo que disputou no período em que está atuando em Paris.

No início da atual temporada, Neymar foi alvo de críticas da torcida do PSG, que estendeu faixas hostilizando o atleta e seu pai, Neymar da Silva, que também é seu empresário.

O jogador, é bom lembrar, deixou claro que gostaria de deixar Paris para atuar no Barcelona, seu antigo clube, já que tinha o desejo de atuar mais uma vez com Lionel Messi e Luis Suárez.

Sem que o negócio tenha se concretizado, Neymar foi obrigado a seguir no PSG. Após um início de temporada tímido, o brasileiro tem recuperado o bom futebol e o protagonismo no elenco do clube parisiense.

Neymar marcou gols nos últimos oito jogos do Paris Saint Germain. Com assistências e lances de habilidade, o atleta tem procurado recuperar o tempo perdido e amenizar a ferida que permanece aberta na relação com a diretoria e a torcida do PSG.

A depender de sua permancência e do que ele mostrar a partir de agora, pode ser que Ne

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix