Campo Grande/MS, Sábado, 07 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, 12h:32
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Apoiadores de Guaidó deixam Embaixada da Venezuela em Brasília após invasão

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

José Cruz/Agência Brasil

ColunaMarcoEusébio

Depois de 12 horas, grupo ligado a Guaidó deixou a sede da Embaixada que deve ficar fechada nos próximos dias

O grupo de apoiadores de Juan Guaidó que invadiu na madrugada de ontem a Emabaixada da Venezuela em Brasília, deixou o local por volta das 17h30 (DF) depois de negociação intermediada pela Polícia Militar. O grupo opositor do governo de Nicolás Maduro pedia que a embaixadora Maria Teresa Belandria e a equipe diplomática indicados por Guaidó em fevereiro para a representação no Brasil assumissem a embaixada. Deputados do PT e do PSOL e militantes de esquerda estiveram no local contra os invasores em apoio ao regime de Maduro, dentre eles o advogado de Campo Grande Ilmar Renato (leia aqui). Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro repudiu a invasão. O regime de Maduro classificou o episódio como "ataque cometido por grupos violentos" e criticou o que chamou de "atitude passiva das autoridades policiais brasileiras, em desatenção de suas obrigações de proteção das sedes diplomáticas e seu pessoal".

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix