Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 17h:16
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Apreender celular de Bolsonaro pode ter “consequências imprevisíveis”, diz general

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Imagem Twitter e foto Valter Campanato/ABr

ColunaMarcoEusébio

A nota de Heleno 'alerta' que tal atitude pode ter 'consequências imprevisíveis'

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, O general da reserva Augusto Heleno, publicou nota hoje no Twitter criticando o pedido de apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro, encaminhado pelo ministro do Supremo, Celso de Mello, à Procuradoria-Geral da República (PGR) para que dê parecer sobre o assunto. O general da reserva diz na nota que o pedido é "inconcebível e, até certo ponto, inacreditável" e, em tom de ameaça, "alerta as autoridades constituídas que tal atitude é uma evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional".

 

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix