Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 20 de Janeiro de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 15 de Janeiro de 2022, 09h:32
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

As condições da OAB de Mato Grosso do Sul ao apoiar a futura diretoria nacional da Ordem

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Fotos www.MarcoEusebio.com.br e Divulgação

ColunaMarcoEusébio

Futuro tesoureiro da OAB nacional Léo Campos (entre Mansour e Bito em MS) na chapa de Cabral

No dia 31 deste mês os novos conselheiros federais da OAB de cada estado vão escolher a futura diretoria do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) em chapa única, encabeçada pelo advogado José Alberto Ribeiro Simonetti Cabral, do Amazonas. Com apoio da Seccional da OAB de Mato Grosso do Sul a chapa tem como diretor-tesoureiro o ex-presidente da OAB-MT Leonardo Pio da Silva Campos, que, como foi aqui divulgado, esteve em dezembro visitando o atual presidente da OAB-MS Bito Pereira e o ex-presidente e atual conselheiro federal Mansour Karmouche. Entre as condições para apoiar a chapa federal, a OAB-MS cobrou que a nova diretoria do CFOAB paute durante o próximo mandato eleições diretas nacionais da Ordem, se empenhe pela aprovação do porte de armas de advogados e não aceite ingerências do atual presidente Felipe Santa Cruz na futura gestão.  A chapa "OAB de Portas Abertas" conta ainda com Rafael Horn (SC) como vice-presidente, Sayury Silva de Otoni (ES) como secretária-geral e Milena da Gama Fernandes Canto (RN) como secretária-geral adjunta.

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix