Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 10 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 07h:29
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Campeã de futebol, indígena de MS se torna a primeira médica guarani-kaiowá

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Fotos Arquivo Pessoal no UOL/Reprodução

ColunaMarcoEusébio

Dara Ramires Lemes largou o futebol para virar doutora e cuidar de sua aldeia

Uma jovem indígena de Mato Grosso do Sul que foi campeã estadual de futebol feminino pelo Atlético Mineiro teve de abandonar o sonho de jogar pela seleção brasileira para estudar, mas valeu a pena. Aos 17 anos, Dara Ramires Lemes foi aprovada no curso de Medicina de uma universidade do Rio Grande do Sul. Agora, aos 25, se tornou a primeira médica guarani-kaiowá e voltou à sua terra natal em meio à pandemia de covid para atender a comunidade onde nasceu na aldeia Te'yí kue, de quatro mil habitantes, no município de Caarapó (MS), 273 km distante de Campo Grande. Sua história virou notícia nacional. "Quando os pacientes da minha terra olham para mim, sentem empatia, e me bate uma grande responsabilidade e um orgulho imenso de fazer o melhor. E é aí que vejo que valeu a pena todo esforço que eu fiz para conseguir chegar até aqui", afirmou a doutora Dara ao UOL - leia aqui a íntegra. Também é de MS a primeira índia terena médica do Brasil, Laura Feliana Paula, conforme foi aqui divulgado em 2017.

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix