Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019, 07h:49
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Contra verbas do FCO para obras do governo de MS, Fiems busca apoio político

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Fiems

ColunaMarcoEusébio

Sérgio Longen diz que 30% do FCO para os governos prejudica o setor privado e aumenta endividamento dos Estados

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, criticou decisão de liberar até 30% do FCO para governos estaduais usarem em obras de infraestrutura, tomada na segunda-feira pelo Conselho Deliberativo da Sudeco, que depende de medida provisória do governo federal ser enviada ao Congresso para passar a valer. Longen afirma que, caso isso aconteça, além de prejudicar o setor privado, que gera empregos em Mato Grosso do Sul, vai aumentar o endividamento do Estado, e promete buscar apoio político para outras alternativas. "Na minha avaliação, quando houver recursos do Fundo Constitucional sobrando, como é o caso do Nordeste, onde são investidos cerca de 60% do Fundo, poderíamos pegar esses recursos restantes para serem destinados ao FDCO, com um rateio proporcional às três regiões: Nordeste, Norte e Centro-Oeste. Vou tentar levar ao senador Nelsinho Trad, junto com outros presidentes de federações, essa preocupação", afirmou o empresário.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix