Campo Grande/MS, Sábado, 04 de Dezembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 17 de Outubro de 2021, 11h:08
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Jogos de azar e vaga no STF geram “guerra” do Centrão e evangélicos, aliados de Bolsonaro

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Ilustração Reprodução

ColunaMarcoEusébio

Integrantes do Centrão defendem legalização dos jogos de azar e evangélicos são contra

Além da vaga no Supremo com a aposentadoria de Marco Aurélio Mello, que levou nesta semana o pastor Silas Malafaia a atacar ministros do Centrão que integram o governo de Jair Bolsonaro querendo indicar um nome para a cadeira, cobrando a promessa do presidente de indicar um nome "terrivelmente evangélico", o avanço das discussões no Congresso sobre a legalização do jogo de azar no país coloca os dois grupos em "guerra", informa o Estadão. Conforme o jornal, o Centrão age para aprovar a liberação de cassinos e do jogo do bicho, alegando que isso vai alavancar a economia e o turismo. Do lado oposto, integrantes da bancada evangélica afirmam que o vício nos jogos prejudica as famílias. Entre os dois aliados, o governo de Jair Bolsonaro evita se posicionar contra ou a favor, mas o jornal lembra que o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente, é um dos defensores de voltar a legalizar os jogos de azar que foram proibidos no Brasil em 1946, pelo então presidente Eurico Gaspar Dutra.

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix