Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 07h:29
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Laudo que dá base à CPI da Assembleia é “sem valor técnico e legal”, diz Energisa

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Da assessoria

ColunaMarcoEusébio

.. Deputados Evander Vendramini, Capitão Contar, Felipe Orro e Renato Câmara na reunião de ontem da CPI

A CPI da Energisa criada na Assembleia para apurar supostas irregularidades em contas de energia elétrica emitidas pela concessionária em Mato Grosso do Sul ouviu na terça sua primeira testemunha, o tecnólogo em eletrotécnica industrial que emitiu o parecer que embasou a criação da comissão no ano passado. "A pedido da comissão, o depoimento foi coletado sob sigilo e não será detalhado no momento", divulgou a assessoria. "Graças ao parecer técnico emitido por ele, tivemos argumentos para apresentar um fato determinado e instaurar esta CPI", disse o deputado Felipe Orro (PSDB), presidente da comissão, acrescentando que as informações "auxiliarão na tomada de decisões futuras" e "na solicitação de perícias técnicas". Consultada, a concessionária enviou nota à seginte nota TV Morena e aqui ao Blog: "A Energisa esclarece que o parecer apresentado pelo tecnólogo, ontem na reunião da CPI, não atende aos parâmetros técnicos mínimos recomendados pelo INMETRO e que, a empresa dele também não é credenciada no INMETRO, o que torna o laudo sem valor técnico e legal."

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix