Campo Grande/MS, Terça-Feira, 07 de Julho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 07h:29
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Luciano Hang e Roberto Jefferson são alvos de ação da PF em inquérito do STF

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Fotos Alan Santos/PR e Twitter/Reprodução

ColunaMarcoEusébio

Luciano Hang, da Havan, e o presidente do PTB Roberto Jefferson estão entre os alvos da busca e apreensão

A Polícia Federal cumpriu ontem 29 mandados de busca e apreensão em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e em Santa Catarina contra aliados e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro no inquérito presidido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, que apura fake news e ataques contra ministros da Corte. Os principais alvos são o ex-deputado e presidente nacional do PT, Roberto Jefferson; o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan; o dono do site Terça Livre, Allan dos Santos; o youtuber Bernardo Kuster; e a ativista Sara Winter, uma das criadoras do grupo "300 do Brasil". Moraes também determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal de quatro pessoas no período de julho de 2018 a abril de 2020, sob suspeita de financiarem pessoas para produzir ataques e fake news na internet, entre elas os empresários Luciano Hang, da Havan, e Edgar Gomes Corna, da Smart Fit. O ministro determinou ainda o bloqueio das contas nas redes sociais de Allan dos Santos, Kuster e de Sara Winter, diz O Globo. Os envolvidos usaram as redes sociais para acusar o STF de "censura" e de "perseguição" política.

 

 

LEIA A COLUNA DE HOJE CLICANDO AQUI EM MARCO EUSÉBIO IN BLOG

 

 



 


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix