Campo Grande/MS, Sábado, 21 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019, 18h:36
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Se governo incluir “nova CPMF”, reforma tributária deve ficar no papel diz Simone

Por Marco Eusébio

Da coluna Entrelinhas da Notícia
Artigo de responsabilidade do autor

Roberto Castello, da assessoria

ColunaMarcoEusébio

Simone Tebet: caso seja incluído um novo imposto agora, dificilmente a reforma da Previdência sai do papel

Caso a equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) tente incluir a criação de uma "nova CPMF", a reforma tributária deve ficar travada no Congresso. "Incluir imposto novo agora, dificilmente a reforma da Previdência sai do papel", disse hoje por telefone aqui ao Blog, a presidente da CCJ do Senado, Simone Tebet (MDB-MS). A senadora também afirmou que, sem aval dos governadores e prefeitos, a tendência é unificar apenas impostos federais nesta primeira etapa e deixar tributos estaduais como o ICMS para depois. "Estamos aguardando o posicionamento dos governadores. Se houver unanimidade para inclusão de ICMS já nessa primeira aprovação da reforma tributária, tudo bem. Do contrário, votaria-se neste ano a unificação de impostos federais, desburocratização, e deixaria-se para o ano que vem a inclusão de impostos estaduais e municipais. A informação que eu tenho é que nesta semana isso fica resolvido", afirmou Simone. Ouça abaixo.

 

 

   Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix