Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 20 de Janeiro de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 19 de Dezembro de 2021, 12h:23
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

A revolução do Metaverso: o que esperar para o futuro da internet?

Por Alice Bachiega

Da coluna Tecnologia
Artigo de responsabilidade do autor

Um novo mundo virtual está surgindo

iStock

ColunaTecnologia

A grande novidade do Metaverso, anunciada há pouco tempo, anda deixando as pessoas curiosas sobre como vai ser o futuro das redes sociais. A novidade pretende juntar a realidade virtual à realidade aumentada. A mistura de mundos passa a ser a tendência das redes sociais e um novo mundo digital passaria a existir.


O Metaverso contará com espaços múltiplos que poderão ser acessados através de uma variedade de dispositivos. Assim, o usuário pode utilizar a plataforma utilizando óculos de realidade aumentada, dispositivos de realidade virtual, além de celular, tablet e computador.


O Facebook, criado em 2004, abriu novas possibilidades na época. A rede social virou febre e conquistou milhões de usuários. O Facebook teve um grupo de cinco cofundadores. Além de Mark Zuckerberg, são eles Dustin Moskovitz, Chris Hughes, Andrew McCollum e o brasileiro Eduardo Saverin.


O Facebook foi mudando com o tempo e novos recursos foram sendo implementados. Já são mais de dois bilhões de perfis que fazem parte da rede. O Facebook revolucionou a forma das pessoas se encontrarem no ambiente virtual e se comunicarem. Os anos passam e as demandas passam a ser outras.


O Metaverso agora surge com uma proposta futurista. Para dar conta da tecnologia oferecida, haverá um investimento de US$ 150 milhões na formação de profissionais que trabalharão na área de realidade aumentada e virtual. A evolução tecnológica demanda um batalhão de programadores para dar conta de seu funcionamento.


É uma proposta de ambiente virtual que conecta as pessoas de diversas formas, tanto pessoalmente, quanto profissionalmente. O Metaverso é baseado em conceitos de presença social. Os óculos de realidade aumentada devem fazer parte do futuro. O Facebook trabalha para o aperfeiçoamento de seus óculos inteligentes. Já existem games que trabalham com esses princípios, mas o investimento em tecnologia levará esse projeto a outro patamar.


A nova realidade está chegando e os dispositivos digitais transportarão as pessoas para um espaço virtual compartilhado, onde poderão interagir por meio de avatares. O Metaverso será um ambiente imersivo. Os planos do Facebook, ou Meta, é o de transformar a empresa tecnologicamente.
A realidade paralela é uma grande aposta. Basta saber se o público abraçará essa ideia para viver nesse mundo virtual proposto. Surgirá no mercado uma gama de dispositivos, como óculos e pulseiras inteligentes para viver nessa realidade paralela. O investimento de Mark Zuckerberg somente no Metaverso deve superar os 200 milhões, além do valor citado para a capacitação de profissionais.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix