Campo Grande/MS, Domingo, 17 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 18 de Setembro de 2021, 15h:35
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Brasileiros estão aderindo cada vez mais aos bancos digitais

Por Alice Bachiega

Da coluna Tecnologia
Artigo de responsabilidade do autor

Estudo mostra que mais de 40% já são clientes de bancos digitais

iStock

ColunaTecnologia

A tecnologia é simplesmente uma das invenções mais revolucionárias, e isso é possível de constatar quando vemos, por exemplo, o quanto do mundo hoje se move por meio da internet e de dispositivos móveis conectados a ela. Com a pandemia de COVID-19 e a necessidade do isolamento social para reduzir a contaminação do vírus, a tecnologia se tornou ainda mais importante na rotina mundial. O que antes era necessário ser feito em presença física, hoje pode ser resolvido com apenas alguns toques na tela de celulares dos mais diversos modelos, como Moto G9, Samsung Galaxy e iPhones, ou alguns cliques no seu computador – inclusive, os serviços bancários.

 

Os bancos tiveram de se reinventar e, hoje, praticamente todos estão disponíveis em plataformas digitais oferecendo mais conforto e comodidade para os seus clientes – isso quando o próprio banco não existe somente no mundo digital, sem nenhum tipo de atendimento presencial. Uma pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva e pela TecBan, que gere o Banco24Horas, mostra que a quantidade de pessoas que já possuem contas em bancos digitais já ultrapassou os 40%. Para se ter uma noção, os clientes com contas em bancos tradicionais somam 49%, isto é, os números estão se aproximando, e a tendência é de que os bancos digitais continuem crescendo pelos próximos anos.


A pesquisa mostrou também que 31% dos clientes de bancos digitais também possuem contas em bancos tradicionais, ao passo que apenas 11% possuem apenas contas em bancos digitais. Os jovens são a maioria dos clientes de bancos digitais, somando mais de 50%. Isso porque o banco digital está atrelado ao uso de tecnologias, que são mais dominadas por jovens, além de oferecer algumas vantagens interessantes, como anuidade livre nos cartões de crédito, rendimento maior que a poupança e sem necessidade de comprovar renda.


A chegada do Open Banking, que possibilitará mais autonomia para os clientes decidirem quais dados poderão ser compartilhados para ter acesso a produtos e serviços que se encaixem melhor no seu perfil, será também uma peça fundamental, tanto para o crescimento dos bancos digitais, quanto para a estabilidade dos bancos tradicionais.


Para abrir uma conta em um banco digital, porém, a praticidade é enorme. A primeira coisa que você precisa ter é um dispositivo móvel, além de baixar o aplicativo do banco em que você quer abrir a conta. No menu de cadastro, é necessário inserir seu nome completo, CPF, e-mail e informações básicas de renda, além de enviar uma foto com seu RG e comprovante de residência e assinar um contrato digital.

 

Depois, é só esperar o banco retornar com a confirmação da abertura da conta e começar a usufruir dos produtos e serviços!

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix