Campo Grande/MS, Sábado, 04 de Dezembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 30 de Outubro de 2021, 11h:57
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

O faturamento dos e-commerces foi alavancado em 46% no Dia do Cliente deste ano

Por Alice Bachiega

Da coluna Tecnologia
Artigo de responsabilidade do autor

Somente data teve receita de R$ 550,3 milhões, segundo levantamento

iStock

ColunaTecnologia

O Dia do Cliente deste ano trouxe resultados positivos para as lojas de comércio digital. A data, comemorada em 15 de setembro, impulsionou a compra de bens de consumo dos mais variados segmentos, através de descontos e vantagens oferecidas nas plataformas de vendas. As ações de divulgação ao longo de todo o mês que antecede a data ganharam destaque nas estratégias de maior retorno.

Um estudo realizado pelo Grupo Locaweb All iN | Social Miner e Octadesk, em conjunto com a ANYMARKET, Neotrust e Clearsale, apresentou os dados referentes à Data do Cliente de 2021. Para realizar o relatório, as empresas parceiras passaram a monitorar o comportamento dos consumidores e suas visitas às plataformas digitais, a partir do dia 19 de agosto até a data comemorativa, no dia 15 de setembro. Baseado nessa observação, constatou-se que diversos picos de visitas foram encontrados, e os lojistas que investiram em uma estratégia de comunicação ao longo do período mantiveram bom engajamento e tráfego de clientes.

Com estratégias de divulgação ao longo de um mês, diversos consumidores decidiram antecipar compras, além de fazer pesquisas de produtos e comparar preços em busca de uma oferta satisfatória. Essa forma de fazer negócios permitiu também que varejistas avaliassem os comportamentos dos visitantes e seus interesses, podendo investir em formas de criar um vínculo com o cliente em potencial e disparar lembretes para a data. As estratégias de engajamento se mostraram acertadas, e o levantamento apontou um pico de vendas 15 dias antes do Dia do Cliente, o qual foi superado durante a data.

Quando comparado o fluxo entre regiões, Sudeste e Sul foram as únicas a registrar aumento de compras em comparação ao ano anterior, além de se destacar também como as protagonistas de visitas e cadastros. A região Sudeste registrou um aumento de vendas de 61% para 65%, enquanto a região Sul foi de 18% para 22%. Ao mesmo tempo, a região Nordeste apresentou queda nas vendas de 12% para 7%; o Centro-Oeste, de 6% para 5%; e o Norte, de 2% para 1%.

O faturamento durante todo o período de comemoração deste ano – incluindo o mês anterior à data – registrou aumento em relação ao ano de 2020. Apenas no Dia do Cliente a receita  chegou a R$ 550,3 milhões, uma taxa de 46% de aumento. Nas duas semanas que antecederam, de 2 a 15 de setembro, o aumento obtido foi de 22%, com ganho de R$ 6 bilhões. No ano anterior, a receita havia sido de R$ 4,9 bilhões nas últimas duas semanas.

O delineamento de planos e investimento antecipado no Dia do Cliente provou ser uma tática produtiva para os varejistas online. Segundo a pesquisa da All iN e colaboradores, o valor do frete é uma variável que pode fazer as pessoas desistirem de compras; portanto, empreendedores de e-commerce podem começar a calcular fretes para o envio de seus produtos e iniciar os preparativos para as próximas datas comemorativas, como Black Friday e Natal. Um melhor custo-benefício no envio de mercadorias pode ser uma vantagem sobre os concorrentes e uma forma eficaz para alcançar mais pessoas e atingir as metas desejadas.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix