Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Domingo, 24 de Março de 2019, 08h:41
Tamanho do texto A - A+

Balanço da Prefeitura aponta aumento no turismo e movimentação financeira durante o Carnaval

Aumentou em cerca de 14,5% o fluxo de turistas e em 12,5% a movimentação financeira da cidade, em 2019.

Flavia Andrade
Capital News

Gisele Ribeiro/PMC

 Balanço da Prefeitura aponta aumento no turismo e movimentação financeira durante o Carnaval

Aumentou em cerca de 14,5% o fluxo de turistas e em 12,5% a movimentação financeira da cidade, em 2019.

 

Nesta sexta-feira (22), a Prefeitura Municipal de Corumbá divulgou balanço onde aponta o crescimento em 14,5% no fluxo de turistas e em 12,5% a movimentação financeira do Carnaval da Cidade neste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. A pesquisa foi realizada pela Prefeitura, no período de 28 de fevereiro a 05 de março de 2019. Os números foram apresentados pelo prefeito Marcelo Iunes durante entrevista coletiva nesta semana.

 

Segundo pesquisa, a movimentação financeira ao longo dos seis dias da festa de 2019 somou R$ 10.304.759,68. Ao todo, R$ 3,4 milhões foram gastos por moradores, outros 6,8 milhões saíram dos bolsos dos turistas que visitaram a cidade durante o carnaval. No total de 10,4 milhões de reais sendo 12,5% superior aos R$ 9.154.487,41 que circularam no município em 2018.

 

 O levantamento considerou os gastos, em diversos segmentos distintos para turistas e moradores.Considerando os turistas foram relacionados gastos com hospedagem, alimentação, bebidas, compras na Bolívia e com o carnaval. Já com relação aos residentes foram apurados gastos com alimentação, bebidas e participação nos eventos.

 

Comparando investimento e retorno, O Carnaval 2019 é ainda mais positivos, com retorno em 200% líquidos, ou seja, o dobro do que foi investido. O Município aplicou R$ 3,6 milhões no evento, considerando: organização e repasses para escolas de samba; blocos oficiais e cordões, obtendo retorno superior a R$ 7,2 milhões  ao somar receitas diversas, como frisas e camarotes, à movimentação financeira.

 

 Para o Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, “Foi positivo para o Município, é claro que esperávamos mais. Contudo, é preciso levar em consideração que a crise econômica nacional não permite que se gaste muito”, disse o prefeito Marcelo Iunes ao avaliar os resultados da pesquisa. “Acredito que quem participou do evento, em qualquer um dos dias, saiu satisfeito e gostou da festa. Foi um carnaval com muita segurança”, afirma.

 

 

 

O fluxo de turistas cresceu 14,5% em relação ao ano anterior, segundo a pesquisa realizada. Em 2019, o carnaval de Corumbá contou com a presença de 9.750 turistas. Sendo que cerca de 5.932 pessoas chegaram ao município através da rodovia BR-262, outras 1.884 através da Fronteira/Posto Esdras (1.884), aproximadamente 1.791 vindas de ônibus intermunicipais/interestaduais utilizando a rodoviária e cerca de 141 pessoas utilizando o aeroporto.

 

 

 

As principais procedências desses turistas foram Mato Grosso do Sul (80% do total); São Paulo (5,9%); Minas Gerais (1,7%); Paraná (1,5%); Rio de Janeiro (1,4%); Goiás (1,1%) e Mato Grosso (1,1%). Dos turistas que vieram de outras cidades sul-mato-grossenses, os moradores de Campo Grande dominaram a estadia carnavalesca (73,3%), seguidos por Dourados (1,8%); Aquidauana (1,7%) e Ponta Porã (1,5%). Em 2018 o fluxo total de turistas foi de 8.568 pessoas. 

 

Para a produção da pesquisa, a coleta de dados do fluxo turístico aconteceu na rede hoteleira, Posto Esdras (Fronteira Brasil/Bolívia), Posto de Fiscalização do Lampião Aceso (BR 262), Aeroporto Internacional de Corumbá, Terminal Rodoviário Intermunicipal de Corumbá, restaurantes, Transeuntes – residentes e turistas

 

A Pesquisa de Fluxo Turístico e Movimentação Financeira do Carnaval 2019 foi realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Sustentável; Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico e Fundação de Turismo do Pantanal. Contou com apoios do Campus do Pantanal da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (CPAN/UFMS) e Campus Corumbá do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix